quinta-feira, 4 de setembro de 2014

CONVITE PARA A SESSÃO FESTIVA DOS 91 ANOS DE FUNDAÇÃO DO CENÁCULO FLUMINENSE DE HISTÓRIA E LETRAS.

 


CONVITE

O Cenáculo Fluminense de História e Letras convida para a sessão festiva dos seus 91 anos de fundação, no dia 20 de setembro, às dezesseis horas e trinta minutos, no" Istituto Italiano di Cultura", na Avenida Presidente Roosevelt, 1063 - São Francisco, Niterói – RJ.


Programação:

16h30min  - Abertura pela presidente Márcia Pessanha
Bênção do Monsenhor Elídio Robaina
17h15min - Apresentação Musical Trio Terno Carioca formado por Lena Verani (clarinetista),
Luiz Flávio Alcofra (violão) e Pedro Aragão (bandolim e violão).
Encerramento
Coquetel




UM POUCO SOBRE O TERNO CARIOCA,
O TRIO QUE SE APRESENTARÃO NA 
SESSÃO FESTIVA DOS 91 ANOS
DO CENÁCULO FLUMINENSE DE HISTÓRIA E LETRAS.



O TERNO CARIOCA,  formado por Lena Verani (clarineta), Pedro Aragão (bandolim e violão tenor) e Luiz Flavio Alcofra (violão), foi criado no ano de 2006 com o objetivo de interpretar a música brasileira em seus variados gêneros , em uma formação camerística que busca a excelência de arranjos e de sonoridade.

O trio vem se apresentando com êxito em diversos palcos do Rio de Janeiro, como Sala Baden Powell, Sala FINEP, Festival de Primavera de Paraty, Casa Brasil Mestiço, Rádio Nacional do Rio de Janeiro, Centro  de Referência da Música Carioca, Festival de Inverno de S. João Del Rei, Teatro do BNDES, Teatro Municipal de Niterói, entre outros.

 
 

Luiz Flavio Alcofra - Violonista, compositor, arranjador, nascido no Rio de Janeiro, é graduado em música pela UNIRIO (Universidade do Rio de janeiro)e Mestre em Ciência da Arte pela UFF (Universidade Federal Fluminense). Atualmente é professor de violão da Escola Portátil de Música (RJ). É integrante do grupo de música brasileira “Água de Moringa” (vencedor do prêmio Sharp de melhor grupo instrumental de 1998, do grupo “Cordão do Boitatá” e do “Quarteto Alevare”. Integrou a “Orquestra de Cordas Brasileiras” (Prêmio Sharp de melhor disco e melhor grupo em 1990 e melhor disco-1991), a “Camerata Gama Filho”, regida por Paulo Sérgio Santos e a “Orquestra de Violões Chiquinha Gonzaga”, dirigida por Maurício Carrilho. Em duo com a clarinetista Lena Verani lançou no ano de 2003 um CD em homenagem ao pianista e compositor Ernesto Nazareth, com excelente acolhida de público e de crítica. Em 2010 e 2014 integrou a orquestra “Pixinguinha na pauta” - executando arranjos originais do compositor  -  com apresentações no Teatro Carlos Gomes, no Rio de Janeiro, no auditório do Ibirapuera e Sesc Vila mariana, em São Paulo. Em 2012 lançou o seu primeiro Cd autoral, “Fotografia”, que recebeu excelentes críticas jornalísticas.
 Atualmente é professor substituto de violão na UNIRIO.







Pedro Aragão – Doutor em Musicologia pela UNIRIO (Universidade do Rio de Janeiro) e Bacharel em Regência pela Escola de Música da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) . Como bandolinista atuou no espetáculo e no CD “O Samba é Minha Nobreza”. Diretor Musical (com Luiz Otávio Braga) do disco “Ao Jacob, seus bandolins”, lançado pela gravadora Biscoito Fino, que ganhou o prêmio Rival BR de 2003. Como instrumentista teve várias participações em discos como o de Maurício Carrilho, Quarteto Maogani de Violões além do Projeto Todo Callado. Coordenador (com Maurício Carrilho e Luciana Rabello) e professor da Escola Portátil de Música. Fundador e diretor do Instituto Jacob do Bandolim, instituição responsável pela divulgação e preservação do legado deste grande músico. Professor de prática de conjunto da UNIRIO. Em 2010 e 2014 regeu a orquestra “Pixinguinha na pauta”- executando arranjos originais do compositor -  com apresentações no Teatro Carlos Gomes, no Rio de Janeiro,  no auditório do Ibirapuera, e Sesc Vila Mariana, em São Paulo.

 




Lena Verani  - Graduada  em clarineta pela  UNI-RIO (Universidade do Rio de Janeiro) e Mestre em Ciência da Arte pela UFF (Universidade Federal Fluminense). Integrou a “Orquestra Sinfônica Jovem do Teatro Municipal do Rio de Janeiro” (regência de David Machado) e “Orquestra de Música Brasileira” sob a direção de Roberto Gnattali. Participou de espetáculos do compositor Tim Rescala, entre eles a opereta “Orquestras dos Sonhos” que resultou num CD homônimo. Com o grupo “Terra Brasilis” participou do circuito nacional do SESC e gravou o CD “Terra Sonora Brasilis”, lançado em 2002. Com o violonista Luiz Flávio Alcofra gravou o CD “Confidências” com músicas de Ernesto Nazareth, com excelente acolhida de público e de crítica, tendo se apresentado no circuito carioca e em outros estados do Brasil. Atuou como professora substituta no curso de graduação da Escola de Música da UFRJ. Participou do espetáculo “Soppa de Letra” com o ator Pedro Paulo Rangel e de outros Teatros musicais no Rio de janeiro. Em 2010 e 2014 integrou a orquestra “Pixinguinha na pauta” - executando arranjos originais do compositor - com apresentações no Teatro Carlos Gomes, no Rio de Janeiro,  no auditório do Ibirapuera e Sesc Vila Mariana, em São Paulo.







Nenhum comentário: