sábado, 4 de abril de 2015

VIGÍLIA PASCAL!!!! EVANGELHO DO DIA 04/04 - SÁBADO - JESUS CRISTO JÁ RESSUSCITOU, ALELUIA, ALELUIA!.



UM MOMENTO DE REFLEXÃO

(CLICAR NA IMAGEM)





TEXTOS DA VIGÍLIA PASCAL


EVANGELHO DO DIA 04 DE ABRIL - (SÁBADO)
 VIGÍLIA PASCAL



Primeira leitura

Gn 1,1– 2,2
Leitura do Livro do Gênesis:


1 No princípio Deus criou o céu e a terra.

2 A terra estava deserta e vazia, as trevas cobriam a face do abismo e o Espírito de Deus pairava sobre as águas.

3 Deus disse: “Faça-se a luz!” E a luz se fez.

4 Deus viu que a luz era boa e separou a luz das trevas.

5 E à luz Deus chamou “dia” e às trevas, “noite”. Houve uma tarde e uma manhã: primeiro dia.

6 Deus disse: “Faça-se um firmamento entre as águas, separando umas das outras”.
7 E Deus fez o firmamento, e separou as águas que estavam embaixo das que estavam em cima do firmamento. E assim se fez.

8 Ao firmamento Deus chamou “céu”. Houve uma tarde e uma manhã: segundo dia.

9 Deus disse: “Juntem-se as águas que estão debaixo do céu num só lugar e apareça o solo enxuto!” E assim se fez.

10 Ao solo enxuto Deus chamou “terra” e ao ajuntamento das águas, “mar”. E Deus viu que era bom.

11 Deus disse: “A terra faça brotar vegetação e plantas que deem semente, e árvores frutíferas que deem fruto segundo a sua espécie, que tenham nele a sua semente sobre a terra”. E assim se fez.

12 E a terra produziu vegetação e plantas que trazem semente segundo a sua espécie, e árvores que dão fruto tendo nele a semente da sua espécie. E Deus viu que era bom.

13 Houve uma tarde e uma manhã: terceiro dia.

14 Deus disse: “Façam-se luzeiros no firmamento do céu, para separar o dia da noite. Que sirvam de sinais para marcar as festas, os dias e os anos.

15 e que resplandeçam no firmamento do céu e iluminem a terra”. E assim se fez.

16 Deus fez os dois grandes luzeiros: o luzeiro maior para presidir o dia, e o luzeiro menor para presidir à noite, e as estrelas.

17 Deus colocou-os no firmamento do céu para alumiar a terra.

18 para presidir ao dia e à noite e separar a luz das trevas. E Deus viu que era bom.
19 E houve uma tarde e uma manhã: quarto dia.

20 Deus disse: “Fervilhem as águas de seres animados de vida e voem pássaros sobre a terra, debaixo do firmamento do céu”.

21 Deus criou os grandes monstros marinhos e todos os seres vivos que nadam, em multidão, nas águas, segundo as suas espécies, e todas as aves, segundo as suas espécies. E Deus viu que era bom. 

22 E Deus os abençoou, dizendo: “Sede fecundos e multiplicai-vos e enchei as águas do mar, e que as aves se multipliquem sobre a terra”.

23 Houve uma tarde e uma manhã: quinto dia.

24 Deus disse: “Produza a terra seres vivos segundo as suas espécies, animais domésticos, répteis e animais selvagens, segundo as suas espécies”. E assim se fez.

25 Deus fez os animais selvagens, segundo as suas espécies, os animais domésticos, segundo as suas espécies e todos os répteis do solo, segundo as suas espécies. E Deus viu que era bom.

26 Deus disse: “Façamos o homem à nossa imagem e segundo a nossa semelhança, para que domine sobre os peixes do mar, sobre as aves do céu, sobre os animais de toda a terra, e sobre todos os répteis que rastejam sobre a terra”.

27 E Deus criou o homem à sua imagem, à imagem de Deus ele o criou: homem e mulher os criou. 

28 E Deus os abençoou e lhes disse: “Sede fecundos e multiplicai-vos, enchei a terra e submetei-a! Dominai sobre os peixes do mar, sobre os pássaros do céu e sobre todos os animais que se movem sobre a terra”.

29 E Deus disse: “Eis que vos entrego todas as plantas que dão semente sobre a terra, e todas as árvores que produzem fruto com sua semente, para vos servirem de alimento. 

30 E a todos os animais da terra, e a todas as aves do céu, e a tudo o que rasteja sobre a terra e que é animado de vida, eu dou todos os vegetais para alimento”. E assim se fez.

31 E Deus viu tudo quanto havia feito, e eis que tudo era muito bom. Houve uma tarde e uma manhã: sexto dia.

-2,1 E assim foram concluídos o céu e a terra com todo o seu exército. 2No sétimo dia, Deus considerou acabada toda a obra que tinha feito; e no sétimo dia descansou de toda a obra que fizera.

- Palavra do Senhor.
- Graças a Deus.


SALMO (salmos 103). 

— Enviai o vosso Espírito, Senhor, e da terra toda a face renovai.
— Enviai o vosso Espírito, Senhor, e da terra toda a face renovai.

— Bendize, ó minha alma, ao Senhor!/ Ó meu Deus e meu Senhor, como sois grande!/ De majestade e esplendor vos revestis/ e de luz vos envolveis como num manto.

— A terra vós firmastes em suas bases,/ ficará firme pelos séculos sem fim;/ os mares a cobriam como um manto,/ e as águas envolviam as montanhas.

— Fazeis brotar em meio aos vales as nascentes/ que passam serpeando entre as montanhas;/ às suas margens vêm morar os passarinhos,/ entre os ramos eles erguem o seu canto.

— De vossa casa as montanhas irrigais,/ com vossos frutos saciais a terra inteira;/ fazeis crescer os verdes pastos para o gado/ e as plantas que são úteis para o homem.

— Quão numerosas, ó Senhor, são vossas obras,/ e que sabedoria em todas elas!/ Encheu-se a terra com as vossas criaturas!/ Bendize, ó minha alma, ao Senhor!



SEGUNDA LEITURA


Gn 22,1-2. 9a.10-13.15-18
Leitura do Livro do Gênesis:



Naqueles dias, 1 Deus pôs Abraão à prova. Chamando-o, disse: Abraão!” E ele respondeu: “Aqui estou”.

2 E Deus disse: “Toma teu filho único, Isaac, a quem tanto amas, dirige-te à terra de Moriá, e oferece-o ali em holocausto sobre um monte que eu te indicar”...


9 Achegados ao lugar indicado por Deus, Abraão ergueu um altar, colocou a lenha em cima, amarrou o filho e o pôs sobre a lenha em cima do altar.

10 Depois, estendeu a mão, empunhando a faca para sacrificar o filho.

11 E eis que o anjo do Senhor gritou do céu, dizendo: “Abraão! Abraão!” Ele respondeu: “Aqui estou!”.

12 E o anjo lhe disse: “Não estendas a mão contra teu filho e não lhe faças nenhum mal! Agora sei que temes a Deus, pois não me recusaste teu filho único”.

13 Abraão, erguendo os olhos, viu um carneiro preso num espinheiro pelos chifres; foi buscá-lo e ofereceu-o em holocausto no lugar do seu filho.

15 O anjo do Senhor chamou Abraão, pela segunda vez, do céu. 

16 e lhe disse: “Juro por mim mesmo — oráculo do Senhor —, uma vez que agiste deste modo e não me recusaste teu filho único.

17 eu te abençoarei e tornarei tão numerosa tua descendência como as estrelas do céu e como as areias da praia do mar. Teus descendentes conquistarão as cidades dos inimigos. 

18 Por tua descendência serão abençoadas todas as nações da terra, porque me obedeceste”.

- Palavra do Senhor.
- Graças a Deus.






Evangelho (mC 16, 1-7)


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.
— Glória a vós, Senhor.


1 Quando passou o sábado, Maria Madalena e Maria, a mãe de Tiago, e Salomé, compraram perfumes para ungir o corpo de Jesus. 

2 E bem cedo, no primeiro dia da semana, ao nascer do sol, elas foram ao túmulo.

3 E diziam entre si: “Quem rolará para nós a pedra da entrada do túmulo?”

4 Era uma pedra muito grande. Mas, quando olharam, viram que a pedra já tinha sido retirada.

5 Entraram, então, no túmulo e viram um jovem, sentado ao lado direito, vestido de branco.

6 Mas o jovem lhes disse: “Não vos assusteis! Vós procurais Jesus de Nazaré, que foi crucificado? Ele ressuscitou. Não está aqui.

7 Vede o lugar onde o puseram. Ide, dizei a seus discípulos e a Pedro que ele irá à vossa frente, na Galiléia. Lá vós o vereis, como ele mesmo tinha dito”.

- Palavra da salvação.

- Glória a vós, Senhor.



REFLEXÃO



(Paulinas - Comece o Dia Feliz)


Cristo ressuscitou.
Depois do descanso sabático, na madrugada do primeiro dia da semana, chamado pelos antigos de dia do sol, as mesmas mulheres que estavam ao pé cruz (Mc 15,40) compram aromas com a intenção de ungir o corpo de Jesus. Esse fato evoca 14,3-9, em que uma mulher anônima unge a cabeça de Jesus com perfume de nardo; Jesus mesmo interpreta esse gesto realizado na casa de Simão, o leproso, em relação à sua própria morte. Aqui, em nosso relato, a intenção de ungir o corpo de Jesus com perfume se abre para a perspectiva da ressurreição do Senhor. A preocupação delas era a remoção da pedra que vedava a entrada do sepulcro. Chegaram ao sepulcro, e a “pedra havia sido retirada”. Trata-se de um passivo divino, para indicar a ação de Deus. Entraram no sepulcro, pois a pedra que impossibilitava o acesso já não estava bloqueando a entrada. Encontraram-se, em primeiro lugar, com um jovem vestido de branco, o que significa que a mensagem que ele tem para transmitir é uma revelação celeste. A proclamação é esta: “Ele ressuscitou!”. O túmulo vazio não é prova da ressurreição, mas consequência da fé pascal. À proclamação do anjo segue-se a tarefa de anunciar aos outros discípulos, começando por Pedro, que Jesus, o crucificado, ressuscitou e se fará “ver” na Galileia. O Ressuscitado será encontrado na terra de sua atuação.

Pe. Carlos Alberto Contieri





ORAÇÃO



(Paulinas - Comece o Dia Feliz)

Ó Deus, que alegrastes o mundo com a ressurreição de vosso Filho, Jesus Cristo, Senhor nosso, concedei-nos, vo-lo suplicamos, que por sua Mãe a Virgem Maria alcancemos as alegrias da vida eterna.


Amém.














10 comentários:

Beth do Valle, escritora e acadêmica disse...

Agradecendo a lembrança, também desejo uma Páscoa repleta de amor nos corações humanos.


Beth do Valle,
escritora e acadêmica

Gilson Rolim - escritor e acadêmico. disse...

Alberto.
Agradeço e retribuo sua mensagem Pascal.
Abraço.

Gilson

PAULO ROBERTO CECCHETI - poeta e escritor disse...

Alberto.

Agradecemos e retribuímos!

PRC, Dôra e Mª Luíza (as meninas!)
e Nico Quintana (o gato).

P.S.: Nos veremos amanhã na Praça!

Dalma Nascimento - escritora e doutora em Literatura Comparada UFRJ. disse...

Alberto, já que Páscoa significa passagem, desejo que Cristo tenha passado e continue sempre passando em sua vida , juntamente com sua sempre querida Shirley.

Também desejo que o divino Nazareno, já liberto da cruz, volte a meditar no Monte Sagrado, e lance a Paz na Terra e no coração da humanidade.

Dalma.

Belvedere Bruno - escritora e jornalista disse...

Feliz Páscoa!!!!!!!!
Cheguei de Barcelona quinta-feira.
AMEI!!!!!!!!!!!!!!
Abraços.


Belvedere.

Márcia e Aldo Pessanha disse...

Jesus Cristo ressuscitou e está entre nós!
Para sempre seja louvado!
Com a amizade dos amigos
Márcia e Aldo
retribuindo os votos
de uma SANTA PÁSCOA.

Stelling - Chanceler do IFEC disse...

IFEC Instituto Interamericano de Fomento à Educação, Cultura e Ciência

Queridos amigos em meu nome e do IFEC,
uma Santa Páscoa para vocês.

Ao Alberto parabéns
pelo material de Páscoa que organizou!

Stelling

Helena Parente Cunha- escritora e professora da UFRJ. disse...

Aos queridos Shirley e Alberto
agradeço a mensagem,
unida à grande Verdade
da Ressurreição do Divino Mestre Jesus de Nazaré
A amiga
Helena Parente

Dalma Nascimento - escritora e doutora em Literatura Comparada UFRJ. disse...

Alberto, verdadeiramente emocionante a montagem! Você é um mago nos efeitos imagéticos. Cada quadro toca forte o coração! E que adequada mensagem! O Poeta soube conciliar tudo!

Dalma

Gilson Rolim - escritor e acadêmico. disse...

Alberto

Grato pela mensagem.
Pena que grande parte da Humanidade não siga os ensinamentos cristãos!
Parabéns pelo trabalho!

Abç. Gilson