quinta-feira, 17 de setembro de 2015

A CONSAGRAÇÃO DO JORNALISTA E ADVOGADO CÉLIO ERTHAL ROCHA NA ACADEMIA FLUMINENSE DE LETRAS.

 
 
(CLICAR NA IMAGEM PARA ASSISTIR AO VÍDEO)
 

 
OU CLICAR NO LINK DO CANAL YOU TUBE
DO FOCUS PORTAL CULTURAL.
 
 
 

A CONSAGRAÇÃO DO JORNALISTA E ADVOGADO
CÉLIO ERTHAL ROCHA
NA ACADEMIA FLUMINENSE DE LETRAS.
 
 
O jornalista, advogado e escritor CÉLIO ERTHAL ROCHA tomou posse em 10 de setembro de 2015 na Academia Fluminense de Letras como Membro Titular da Classe de Letras, ele ocupará a Cadeira nº 27 que tem como Patrono LUIZ PISTARINI e antecessores o acadêmico Alberto Gomes Leite de Carvalho Junior e o  jornalista, advogado e ex-presidente do Grupo Fluminense Alberto Francisco Torres, falecido em 1998. A solenidade reuniu escritores, jornalistas, juristas e amigos do novo acadêmico.
A cerimônia de posse foi presidida pelo Acadêmico Waldenir de Bragança. Compuseram a mesa, a secretária geral Márcia Maria de Jesus Pessanha, as acadêmicas Eneida Fortuna Barros, Matilde Carone Slaibi Conti, José R. Romeo, Sávio Soares de Sousa, Aidyl de Carvalho Preis e diversos segmentos da cultura fluminense.
Dando início a cerimônia, foi executado através de gravação, o Hino Nacional. Os Acadêmicos José Raimundo Romeo e Alba Helena Corrêa foram convidados a conduzirem até a mesa o novo membro eleito para Cadeira nº 27. 
A saudação ao novo imortal foi feita pelo intelectual e acadêmico Sávio Soares de Sousa que ocupa a Cadeira 26. Sávio proferiu um excelente discurso e emocionou o público presente. Em sua alocução ele destacou o talento literário, a discrição jornalística e a prudência do novo membro da AFL, de quem é amigo de infância.
"Erthal Rocha tem um elegante discernimento jornalístico, escreve com exatidão, lucidez. Por tanto, esta Academia já o esperava de braços abertos. E a Cadeira que se consagrou com brilhantismo e honra o doutor Alberto Torres agora é sua”, afirmou Sávio.
Após a leitura do Termo de Posse pela secretária geral da AFL, Marcia Pessanha, o novo empossado, o autor dos livros Um olhar sobre o Ministério Público e Jornalismo, Política e outras Paragens, Erthal Rocha assinou o livro de registro.
Para fazer as honras e colocar no empossado na Cadeira nº 27 o colar  o símbolo emblemático da academia e o diploma,  foram convidados a subir ao palco, a esposa  Mânia Alcântara, com quem é casado há mais de 50 anos  e os seus dois filhos.
Após cumprimentos,  Célio Erthal Rocha proferiu discurso de posse em louvor ao seu patrono e seu antecessor. Em sua oração, o acadêmico enalteceu a trajetória de Alberto Francisco Torres, ressaltando a importância de sua atuação não só para Niterói, mas para todo o país.
Enquanto discorria suas palavras no púlpito, iam sendo projetados slides que mostravam fotos de ocasiões marcantes da vida de Alberto Torres e do patrono Luiz Pistarini. Erthal muito emocionado disse:
“Estou muito enternecido porque eu era muito unido ao doutor Alberto. Além de seus múltiplos títulos conquistados, sua passagem política, jornalística e acadêmica foi marcante, ele era um ser humano admirável. Exemplo de bondade e hoje me sinto muito digno em sucedê-lo na Academia Fluminense de Letras”, também disse, que, há 17 anos a Cadeira encontrava-se desocupada e que parecia que a aguardava esse tempo todo".
Encerrando a cerimônia de posse, o mais novo acadêmico, então empossado, convidou os amigos para um delicioso coquetel que ficou a cargo do Precioso Buffet da cerimonialista Valéria Gervásio.
Essa revista cultural que há 4 anos tem os olhos e a alma fidedignos e voltados para a cultura fluminense esteve presente e trouxe para você as imagens comprobatórias. Confira tudo no link do Canal You Tube:
Clicar aqui:

 
 


ALGUMAS IMAGENS DO EVENTO
 
 
 
O presidente Waldenir de Bragança
momento em que inicia a solenidade.
 
O Acadêmico Erthal Rocha
momento em que é introduzido ao Salão.

 
Erthal recebe as honrarias.
 


Acadêmico Célio Erthal profere o seu dircurso
de louvor ao patrono e antecessores.


















Mânia Alcântara e Erthal Rocha.

Célio Erthal Rocha e Waldenir de Bragança.



Erthal Rocha e Gentil Costa Lima.


Erthal assina o livro de registro de Posse.


O acadêmico Sávio Soares de Sousa
momento em que profere seu discurso de saudação.


 


 
Mânia Alcântara e Erthal Rocha
exibem o diploma de acadêmico.
 
UM POUCO SOBRE O ACADÊMICO CÉLIO ERTHAL ROCHA.
 
 
 
Célio Erthal Rocha, conhecido profissionalmente como Erthal Rocha, nasceu no município de Bom jardim, descendente de colonos de origem suíço-alemã, fundadores da cidade de Nova Friburgo.
É jornalista, advogado e defensor público aposentado. Casado com Mânia Alcântara com quem tem três filhas e um filho e quatro netos.
Do Ministério Público/RJ recebeu em 2002 placa e diploma em reconhecimento pelos serviços prestado à Instituição para o bem funcionamento de sua missão constitucional.
Em julho de 2014, recebeu, solenidade no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, colar do mérito e diploma por ocasião das comemorações dos 60 de fundação da Defensoria Pública no Estado do Rio de Janeiro, por serviços prestado como jornalista e defensor público pelo engrandecimento da Instituição.
Obras:
Jornalismo, Política e outras Paragens,( Nitpress, 2013).
Um olhar sobre o Ministério Público Fluminense, (Nitpress, 2014).
 
 
 
 
 APOIO CULTURAL
 
 
 
 

Nenhum comentário: