terça-feira, 3 de novembro de 2015

ACADÊMICOS MARCO LUCCHESI E JOÃO UBALDO RIBEIRO (FALECIDO EM 2014), SÃO FINALISTAS DO PRÊMIO JABUTI DE 2015.


 
 
ACADÊMICOS MARCO LUCCHESI
E JOÃO UBALDO RIBEIRO (FALECIDO EM 2014),
SÃO FINALISTAS DO PRÊMIO JABUTI DE 2015.

 

Os Acadêmicos Marco Lucchesi, na categoria poesia, com o livro Clio, e João Ubaldo Ribeiro (falecido em 2014), na de crônicas e contos, Noites Lebloninas, foram relacionados entre os finalistas do Prêmio Jabuti de 2015, da Câmara Brasileira do Livro. Os vencedores serão conhecidos no dia 19 de novembro e a cerimônia de entrega do prêmio está programada para o dia 3 de dezembro, no auditório do Ibirapuera, em São Paulo.

 

Marco Lucchesi
Sétimo ocupante da cadeira nº 15 da ABL – cujo fundador foi Olavo Bilac, que escolheu como patrono Gonçalves Dias –, eleito em 3 de março de 2011, na sucessão do padre Fernando Bastos de Ávila, Marco Lucchesi é carioca, poeta, ensaísta e tradutor. Publicou, dentre outros livros, Nove cartas sobre a Divina Comédia, O dom do crime, Ficções de um gabinete ocidental, A memória de Ulisses, Sphera, Meridiano celeste & bestiário. De suas traduções, destacam-se os de Rûmî, Khlebnikov, Rilke e Vico. Obteve duas vezes o Prêmio Jabuti, o Prêmio Alceu Amoroso Lima, pelo conjunto da poesia, o Prêmio Marin Sorescu, na Romênia, o prêmio do Ministero dei Beni Culturali, na Itália. Traduzido para diversas línguas, incluindo a de Curt Meyer Clason.




João Ubaldo Ribeiro
Sétimo ocupante da Cadeira nº 34, eleito em 7 de outubro de 1993, na sucessão de Carlos Castello Branco, João Ubaldo Ribeiro nasceu em Itaparica (BA), em 23 de janeiro de 1941. Faleceu no Rio de Janeiro no dia 18 de julho de 2014.
Bacharel em Direito pela Universidade Federal da Bahia, pós-graduado em Administração Pública pela UFBA e mestre em Administração Pública e Ciência Política pela Universidade da Califórnia do Sul, João Ubaldo foi Professor da Escola de Administração, da Faculdade de Filosofia da UFBA, e da PUC de Salvador, além de repórter, redator, chefe de reportagem e colunista do Jornal da Bahia, colunista e editor-chefe da Tribuna da Bahia, colunista do jornal alemão Frankfurter Rundschau.
João Ubaldo colaborou, também, com diversos jornais, dentre os quais a Folha de S. Paulo e O Globo. Foi eleito para o PEN Clube do Brasil, mas não tomou posse. Desde 1996 detém a cátedra de Poetik Dozentur, na Universidade de Tübigen, Alemanha.





O Prêmio Jabuti é o mais importante prêmio literário do Brasil. Lançado em 1959, foi idealizado por Edgard Cavalheiro quando presidia a Câmara Brasileira do Livro.
Desde a primeira premiação, o Jabuti foi se aprimorando e, ao longo dos anos, foi ganhando novas categorias. Hoje contempla desde romances a livros didáticos e desde livros de ilustração a projetos gráficos.
O escritor a receber mais vezes o prêmio foi Dalton Trevisan, tendo sido premiado quatro vezes na categoria Conto, em 1960, 1965, 1995 e 2011.
Em 2015 (obras publicadas entre 1º de janeiro e 31 de dezembro de 2014) o Prêmio divide-se em 27 categorias de livros:
1. Adaptação
2. Arquitetura, Urbanismo, Artes e Fotografia
3. Biografia
4. Capa
5. Ciências da Natureza, Meio Ambiente e Matemática
6. Ciências da Saúde
7. Ciências Humanas
8. Comunicação
9. Contos e Crônicas
10. Didático e Paradidático
11. Direito
12. Economia, Administração, Negócios, Turismo, Hotelaria e Lazer
13. Educação e Pedagogia
14. Engenharias, Tecnologias e Informática
15. Gastronomia
16. Ilustração
17. Ilustração de Livro Infantil ou Juvenil
18. Infantil
19. Infantil Digital
20. Juvenil
21. Poesia
22. Projeto Gráfico
23. Psicologia, Psicanálise e Comportamento
24. Reportagem e Documentário
25. Romance
26. Teoria/Crítica Literária, Dicionários e Gramáticas
27. Tradução
 
 
 

*************************************************************


TAMBÉM POSTADO NO FOCUS CULTURAL NO PORTAL SEM FRONTEIRAS.

CLICAR NO LINK:


http://www.redesemfronteiras.com.br/noticia_ver.php?id=1524


 
 
 
 
 
 
APOIO NA DIVULGAÇÃO


 

Nenhum comentário: