domingo, 15 de novembro de 2015

AS ENTIDADES IFEC E UCAM, CELEBRAM PARCERIA NA ÁREA EDUCACIONAL.

 
(Arte: Alberto Araújo-Focus Portal Cultural).
 
 
A revista  eletrônica Focus Portal Cultural, a coluna Cultura do Jornal Santa Rosa, coluna Focus Cultural do Portal Sem Fronteiras, parabenizam e celebram juntas à parceira do IFEC – Instituto Interamericano de Fomento à Educação, Cultura e Ciência e a UCAM - Universidade Cândido Mendes pelo convênio firmado, para a realização de cursos e ações conjuntas na Área Educacional.
 
O acordo entre as duas instituições foi assinado no dia 10 de novembro de 2015, nas dependências da Pró-Reitoria da UCAM na sua Unidade da Rua da Assembleia, nº 10, Centro, cidade do Rio de Janeiro (RJ).
 
 
 
Na foto, em pé a partir da esquerda, o Pró-Reitor da UCAM, Professor Doutor Paulo Alcântara Gomes e o Presidente-Chanceler do IFEC, Professor Doutor Raymundo Nery Stelling Júnior. Sentado, assinando o Convênio, o Professor Doutor Rodrigo Guimarães Soares, Diretor do Instituto de Engenharia, Inovação e Tecnologia da UCAM.

 
O IFEC – INSTITUTO INTERAMERICANO DE FOMENTO À EDUCAÇÃO, CULTURA E CIÊNCIA foi fundado em 17 de junho de 2002. Desde esta data mantém vigoroso processo de desenvolvimento com inúmeras atividades e apoios a favor da promoção da Cidadania através de ações de Responsabilidade Social; Responsabilidade Socioambiental e Responsabilidade Social Empresarial, mas atuando numa visão política de gestão integrada de território para o desenvolvimento sustentável!
Constituída sem fins lucrativos, composto por membros que acreditam na importância da promoção de ações educativas, culturais, ambientais, cívicas e de mídia para obtermos uma melhor qualificação dos cidadãos e, consequentemente uma garantia mais plena, através da formação - democratizando, e socializando os conhecimentos, da construção e manutenção de uma sociedade democrática sob a égide da Lei.
 
Objetiva integrar todos os povos do Continente Americano (de caráter interamericano e pan-americano) bem como manter firmes relações com as nações nas quais possuem significativas matrizes culturais nos demais continentes.
Através de sua história ao longo de todos estes anos, somam-se Menções e Ofícios de reconhecimento às atividades e pela participação das mais diversas instituições e organizações públicas ou privadas, de autoridades, de lideranças sociais, que, ao conhecerem a seriedade e idoneidade de suas propostas- inclusive, tendo a honra de receber em novembro de 2006 de Sua Santidade o Papa Bento XVI uma " Benção Apostólica " pelo trabalho desenvolvido.
 
Agraciada, do ponto de vista oficial com os título de Utilidade Pública Federal (pelo Ministério da Justiça); Inscrição no CNEA - Conselho Nacional de Entidades Ambientais; de Utilidade Pública Estadual pela Assembleia Estadual do Rio de Janeiro; Inscrição no Conselho Municipal de Assistência Social de Niterói e Título de Utilidade Pública Municipal pela Câmara Municipal de Niterói (cidade na qual se encontra nossa Sede Administrativa).
Nestes anos muitos projetos surgiram no instituto e aqui destacamos apenas alguns: Projeto Cartilhas da Cidadania do IFEC (contando com o apoio da Imprensa Oficial do Estado do Rio de Janeiro); Projeto ONU-IFEC que completou três anos em maio de 2008 com importante evento na Representação da ONU na cidade do Rio de Janeiro (Palácio Itamaraty); Projeto Curso de Formação de Agentes da Cidadania (contando com o apoio e participação da OAB , do Conselho Tutelar, do SESC/RJ, do COMAD , do INSS entre outros); do Projeto de Capacitação (para o qual foram instituídas duas diretorias: a Diretoria de Cursos e a Diretoria de Projetos; do Projeto Mídia, no qual divulga-se as ações e princípios formadores nas áreas da Educação, Cultura e Ciência através de programas próprios de Televisão e de Rádio além do Informativo Oficial Anual e de extenso Banco de e-mails. Como estes, inúmeros outros projetos pontilham a história de atuação pelo social, pelo ambiental, pelo civismo, enfim, pela Cidadania e pela Responsabilidade Socioambiental.
No mês de janeiro do ano de 2014, ocorreu a Assembleia Geral Anual do IFEC aonde o fundador e ex-presidente, Prof. Dr. Raymundo Nery Stelling Júnior foi eleito para o Mandato que vigora no quadriênio 2014/2018 e cuja posse ocorreu na data do aniversário do IFEC, no dia 17 de junho de 2014.
 
 
 
 
A UNIVERSIDADE CÂNDIDO MENDES (UCAM) é uma instituição privada de ensino superior do Brasil, com sede na cidade do Rio de Janeiro. É a mais antiga instituição particular de ensino superior do país. Seu atual reitor é o professor Cândido Antônio Mendes de Almeida, terceiro Conde Mendes de Almeida.
Fundada em 1902, com o nome de "Escola Técnica de Comércio Cândido Mendes", por iniciativa do advogado e político maranhense Cândido Mendes de Almeida, primeiro Conde Mendes de Almeida, com a colaboração de seu irmão Fernando Mendes de Almeida, do Visconde de Ouro Preto, de Afonso Celso, de Nerval de Gouveia e de Conrado Niemeyer. Nessa escola se aprendia as habilidades básicas de administração, como contabilidade. Em 1919 transformou-se na Faculdade de Ciências Políticas e Econômicas do Rio de Janeiro.
Destaca-se das suas congêneres por ser uma instituição historicamente comprometida com a excelência nas atividades de pesquisa e pós-graduação, mantendo centros e institutos de pesquisa, sete programas de mestrado e dois de doutorado, bem como dezenas de cursos de pós-graduação LATO SENSU. Distribuídas por um total de 16 unidades com 21 cursos de graduação e diversos outros nas modalidades sequencial e tecnológica, as atividades da Universidade Cândido Mendes, apoiada em mais de um século de tradição e excelência, em que se firmou como referência nacional e internacional em Ciências Humanas e Sociais, reúnem mais de 20 mil estudantes e 1.000 professores e pesquisadores. 
Segundo Ivanildo Fernandes, pesquisador da área educacional, a Sociedade Brasileira de Instrucção foi uma das primeiras entidades a atender o chamado público da Lei nº 183/1893 para que as associações de particulares interessados na mantença de Instituições de Ensino Superior constituíssem "individualidade jurídica" (personalidade jurídica).
Nos anos 1950 a Cândido Mendes amplia em vários cursos superiores e a partir dos anos 1960 já caracteriza-se como universidade. A universidade destacou-se nas ciências sociais, mantendo programas de pós-graduação. O Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro (IUPERJ) foi criado no ano de 1969, no auge do autoritarismo da Ditadura Militar. Logo de início, constituiu-se em um refúgio para intelectuais comprometidos com a democracia brasileira, não apenas no sentido de resistência aos arbítrios ditatoriais, mas também como espaço de reflexão sobre como construir em nosso país uma democracia consolidada e substantiva.
O IUPERJ consolidou-se a partir de meados da década de 1970 como uma instituição de ponta na pesquisa e no ensino de Ciências Sociais no âmbito da pós-graduação no Brasil. Em 1980, foram implantados os programas de doutoramento em Ciência Política e em Sociologia. Ao longo dos últimos dez anos, o Instituto tem admitido anualmente entre 15 e 20 estudantes em seus programas de mestrado e aproximadamente 30 estudantes em seus programas de doutorado. Dos quase 700 alunos admitidos até hoje, 365 já completaram o mestrado e 154 defenderam teses de doutorado. Ao longo de sua história, o IUPERJ, formou mais de 500 mestres e doutores em Ciências Sociais no Brasil.
Em 22 de junho de 2010, após uma crise institucional, os vinte professores do IUPERJ demitiram-se e, após negociação com o Governo do Estado, migraram, em sua maioria, para a Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Em outubro daquele ano, a UERJ abriu Edital de Transferência Externa para provimento de 140 vagas em seus recém-criados cursos de mestrado e doutorado em Ciência Política e em Sociologia, importando a transferência de todos os alunos do IUPERJ para a UERJ.
 
Em 1 de setembro de 2010, iniciou-se uma reestruturação do Instituto, criando condições para a retomada das atividades acadêmicas do IUPERJ. Em dezembro de 2011, foi constituído um novo corpo docente para os dois programas de pós-graduação e, em fevereiro de 2012, lançado o Edital para novas turmas de Mestrado e Doutorado. Desde abril de 2011, foram realizados novos concursos de seleção para as turmas de Mestrado e Doutorado em Ciência Política e Relações Internacionais e de Mestrado e Doutorado em Sociologia, tendo sido selecionados, até maio de 2013, 122 novos alunos para os dois programas de pós-graduação.

 
 
 
 
APOIO CULTURAL
 
 
 
 

 

FONTE
 

 
 

Um comentário:

ARLETE TRENTINI DOS SANTOS disse...

É ENRIQUECEDOR LER E VER O QUE ESTA ACONTECENDO.ESSE É O BRASIL DOS NOSSOS SONHOS.
ABRAÇOS DO SUL.