quarta-feira, 11 de novembro de 2015

ENTREVISTA DO CURADOR E PUBLICITÁRIO PAULO ROBERTO CECCHETTI - PROGRAMA GRUPO MÔNACO CULTURA & SAÚDE - MEDIAÇÃO RENATA PALMIER.


CLICAR NA IMAGEM PARA ASSISTIR AO VÍDEO
PRODUZIDO PELA UNITEVE -UFF - CANAL 17
 


OU CLICAR NO LINK DO CANAL YOU TUBE

https://www.youtube.com/watch?v=A6Dxb810EYA


Publicado em 10 de novembro de 2015
Grupo Mônaco - Cultura e Saúde.
Edição de 10/11/2015.
Entrevistado: Paulo Roberto Cecchetti (Escritor)
Apresentação de Renata Palmier
Unitevê - UFF (Canal Universitário de Niterói).
Gravado em 10/11/2015.
 
 




Assista à programação que foi transmitida pelo canal 17 da SIM TV (Niterói / São Gonçalo) pela parabólica, e também pelo computador no link:


A UNITEVÊ encontra-se em nova sede, localizada no prédio da Faculdade de Direito da UFF na Rua Presidente Pedreira, 62, Ingá, Niterói - RJ - Brasil.



 

O renomado  curador falou de sua trajetória acadêmica, cultural e da EXPOSIÇÃO NIKITIKITIKERU III - Homenagem aos 442 anos de Niterói e  Homenagem Especial ao saudoso poeta, escritor, jornalista Luís Antônio Pimentel.

A EXPO acontecerá no dia 20 DE NOVEMBRO às 16 horas na GLIA - CULTURA - APRENDIZAGEM - SAÚDE, que fica situada na Rua Nilo Peçanha, 142 - Ingá - Niterói - RJ.

A terceira edição NikitiKitiKeru III, na GLIA, reunirá diversos artistas da nossa cidade, dentre tantos: escritores, poetas, artistas plásticos, escultores e fotógrafos. Durante a exposição será exibido um filme com imagens históricas de Niterói. Portanto, vem aí uma programação imperdível!.
 
 
 
VEJA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA ABAIXO:





REALIZAÇÃO

 


APOIO CULTURAL
 
 
 
 
 
 
 
A EXPOSIÇÃO NIKITIKITIKERU III
 
 
 
 

 

 
 
EXPOSIÇÃO N I K I T I K I T I K E R U III - Homenagem aos 442 anos da cidade de Niterói. Homenagem Especial ao jornalista e poeta Luís Antônio Pimentel - Vernissage:20 de novembro de 2015 (6a feira, às 16 h) - Exposição: de 23 de novembro a 17 de dezembro de 2015 - GLIA - Rua Nilo Peçanha, n° 142 - Ingá - Niterói - RJ - Brasil.
Artistas Plásticos: Angela Gemésio/ Antonio Machado / Claudia Swan / Luzia Veloso / Maria Carmen Cançado Peixoto / Pedro Coelho / Robert Preis / Sigfrido Vaccaro / Shirley Lopes.
Escritores: Alberto Araújo / Belvedere Bruno / Carlos Rosa Moreira / Clara Infante/ Leda Mendes Jorge / Liane Arêas / Márcia Pessanha/ Paulo Roberto Cecchetti / Sávio Soares de Sousa.
Escultores: Albenzio Almeida / Jô Grassini.
Fotógrafos: Saint-Clair Mello / Will Martins.
 
 
 
 

 
 


 ***************************



 

NITERÓI é um município do estado do Rio de Janeiro, na Região Sudeste do Brasil. Com população estimada em 495.470 habitantes (IBGE/2014) e uma área de 129,3 km², integra a Região Metropolitana do Rio de Janeiro (RMRJ) e ostenta o mais elevado Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) do Rio de Janeiro e o sétimo maior entre os municípios do Brasil em 2010, no valor de 0.837 naquele período, considerado "muito elevado" segundo dados das Nações Unidas. Individualmente, é o segundo município com maior média de renda domiciliar per capita mensal do Brasil e aparece na 13ª posição entre os municípios do país segundo os indicadores sociais referentes à educação.

Foi capital estadual fluminense até a fusão entre os estados do Rio de Janeiro e da Guanabara em 1975. Dista 10,9 km da cidade do Rio de Janeiro e seus principais acessos rodoviários são a Ponte Rio–Niterói e Avenida do Contorno, ambas trechos da BR-101, a Alameda São Boaventura, trecho urbano da RJ-104, a Avenida Everton Xavier, trecho urbano da RJ-108. Também se pode chegar à cidade por meio das linhas de ferry popularmente conhecidas como barcas.

A cidade de Niterói é um dos principais centros financeiros, comerciais e industriais do estado do Rio de Janeiro, sendo a 12ª entre as 100 melhores cidades brasileiras para se fazer negócios. Niterói vem registrando um alto índice de investimentos na cidade, principalmente imobiliários e comerciários, advindos tanto da herança de ter sido, até a metade da década de 1970, a capital estadual, como por sua proximidade geográfica com a cidade do Rio de Janeiro.
Absorve um intenso desenvolvimento das atividades de exploração de petróleo offshore na Bacia de Santos (SP) e da Bacia de Campos (RJ). Escritórios de serviços especializados, hospitais, universidades, museus, grandes redes de supermercados, shopping-centers, agências de automóveis, bares, restaurantes etc. proporcionam muitas opções de entretenimento e prestação de serviços às famílias e às pessoas.
Ao mesmo tempo, o município está absorvendo uma série de investimentos industriais importantes nos setores ligados à cadeia produtiva de petróleo e gás. Destaca-se a reinauguração de estaleiros, com a reforma e a manutenção de plataformas e estruturas off-shore, além da construção de embarcações para o transporte de passageiros.
Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística/2010, o produto interno bruto nominal de Niterói foi de 11,2 bilhões de reais, figurando como o quinto município com maior produto interno bruto do estado, depois da capital (a cidade do Rio de Janeiro), de Duque de Caxias, Campos dos Goytacazes e Macaé, além de ser o 45º município mais rico do Brasil. Somente no setor de petróleo, a região responde por 70 por cento do parque instalado estadual do setor, concentrando desde empresas de offshore a estaleiros.

A cidade é o segundo maior empregador formal do Estado do Rio de Janeiro, embora ocupe o 5º lugar quanto ao número de habitantes, que correspondem a 4,11 por cento do total da população da Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

Niterói possui o melhor índice de desenvolvimento humano do Estado e o terceiro do país de acordo com estudo feito pela Fundação Getúlio Vargas em junho de 2011, que também classificou Niterói como "a cidade com população mais rica do Brasil", por possuir 30,7 por cento dela inserida na classe A. Considerando as classes A e B, Niterói também aparece em primeiro lugar, com 42,9% de sua população inserida nessas classes. Está entre as cidades mais alfabetizadas do Brasil, além de apresentar a menor incidência de pobreza, a população com maior renda mensal per capita e o maior índice de longevidade municipal do Estado do Rio de Janeiro.

 
IMAGENS DE NITERÓI ANTIGO,
É O TEMA DA EXPOSIÇÃO.

Niterói Antigo - Icaraí 1953
 
Niterói Antigo - Estação das Barcas


Niterói Antigo Cine Theatro  Hotel Imperial - 1970

Niterói Antigo Cinema Icaraí fachada


 Niterói Antigo Estação das Barcas Pça Martim Afonso

 Hotel Balneário Cassino Icarahy

Hotel Balneário Cassino Icarahy
 

Niterói Antigo Hotel Balneário Cassino Icarahy

Niterói Antigo Praia das Flechas sem MAC

Niterói Antiga Trampolim com ressaca
 

 
 
 

 
 *****************************************
 
 
 
 
RECOMENDAÇÃO DO FOCUS PORTAL CULTURAL
 
CLICAR NA IMAGEM DO PIMENTEL
PARA ASSISTIR AO VÍDEO
COM IMAGENS DO 103 ANIVERSÁRIO
DO HOMENAGEADO ESPECIAL
DA EXPO NIKITIKITIKERU III
LUÍS ANTÔNIO PIMENTEL 
HOMENAGEM DA CÂMARA MUNICIPAL.
 
 

 
OU CLICAR NO LINK DO CANAL YOU TUBE
 
 
 
REALIZAÇÃO
 
 
 
 
 
 
 
APOIO
 
 
 

 

COMENTÁRIOS
 
Acabo de assistir à entrevista com Paulo Roberto Cecchetti, divulgada pelo Programa Grupo Mônaco, da Unitevê, gravada no dia 10/11/15 e mediada pela inteligente, simpática e competente Renata Palmier. Não será minha intenção, aqui, relembrar aos queridos amigos, escritores, acadêmicos e outros que ainda não tiveram o privilégio de conhecer pessoalmente o entrevistado o quanto de sua cultura e saber têm contribuído para a difusão da arte, em seus diversos segmentos, em nossa querida cidade de Niterói.
Não. O meu propósito, nesta oportunidade, será o de manifestar a minha admiração, agora ainda maior, pelo sensível humano Paulo Roberto Cecchetti. No decorrer de quase meia hora, o que vi e ouvi, no desenrolar da entrevista, foi um homem que, à parte seus dotes e competência, mostrou-se interessado na exaltação de nomes e personagens que, motivados por uma divina missão, auxiliaram na construção dos pilares que sustentam a estrutura cultural fluminense.
 
 
Hilário FRANCISCONI
escritor e jornalista.
 
 
******************** 
Alberto.
Transmita ao Cecchetti meus cumprimentos pela entrevista.
Louvo seu trabalho.
Abç. Gilson
 
 
 
 
Gilson Rangel Rolim
escritor e acadêmico
 
 

 
 
 
 
FONTE BIOGRÁFICA DE NITERÓI

 
 
 

 

Um comentário:

Hilário Francisconi disse...

Acabo de assistir à entrevista com Paulo Roberto Cecchetti, divulgada pelo Programa Grupo Mônaco, da Unitevê, gravada no dia 10/11/15 e mediada pela inteligente, simpática e competente Renata Palmier.
Não será minha intenção, aqui, relembrar aos queridos amigos, escritores, acadêmicos e outros que ainda não tiveram o privilégio de conhecer pessoalmente o entrevistado o quanto de sua cultura e saber têm contribuído para a difusão da arte, em seus diversos segmentos, em nossa querida cidade de Niterói. Não. O meu propósito, nesta oportunidade, será o de manifestar a minha admiração, agora ainda maior, pelo sensível humano Paulo Roberto Cecchetti.
No decorrer de quase meia hora, o que vi e ouvi, no desenrolar da entrevista, foi um homem que, à parte seus dotes e competência, mostrou-se interessado na exaltação de nomes e personagens que, motivados por uma divina missão, auxiliaram na construção dos pilares que sustentam a estrutura cultural fluminense. Foi assim que discorreu o seu discurso, limpo e agradável, em favor de personagens como o inesquecível Luiz Antônio Pimentel, de quem Cecchetti diz lembrar com saudades eternas; do amigo e também acadêmico Sávio Soares de Sousa, o niteroiense de coração, dos confrades companheiros da Academia Niteroiense de Letras e de tantos outros lembrados, com o mesmo carinho, enquanto perdurou o encontro que marcou a relevante entrevista.
Em nome desta constatação - do saber o quão humano e sensível descobriu-se o nosso querido amigo Paulo Roberto Cecchetti – desejo ao entrevistado toda a saúde do mundo, e que a sua energia em prol da cultura e de sua disseminação em terras fluminenses se mantenha ainda por muitos e muitos anos. Receba o meu fraterno abraço, amigo!
Hilário.