sábado, 5 de dezembro de 2015

PARA SEMPRE APLAUSOS, MARÍLIA PERA! UMA HOMENAGEM DO FOCUS PORTAL CULTURAL. CONFIRA.



 
A atriz "carioquíssima" Marília Pêra faleceu neste 5 de dezembro(sábado), aos 72 anos. A atriz sofreu recentemente com um desgaste nos ossos na região lombar e chegou a se afastar do trabalho para se tratar.

Marília Marzullo Pêra nasceu na cidade do Rio de Janeiro, em 22 de janeiro de 1943. Filha dos atores Manuel Pêra e Dinorah Marzullo, Marília pisou no palco de um teatro pela primeira vez aos quatro anos de idade, ao lado dos pais, que integravam o elenco da peça "Medéia". Dos 14 aos 21 anos, foi bailarina e chegou a se apresentar no exterior dançando na lendária montagem de “My Fair Lady”, em 1962, com Bibi Ferreira e Paulo Autran.
Marília Pêra participou de mais de 50 peças de teatro e musicais. Em 1968, durante a ditadura militar, a famosa chegou a ser presa durante uma das apresentações da peça "Roda Viva", de Chico Buarque - da qual participava -, e foi obrigada a correr nua como forma de humilhação. Foi presa uma segunda vez, também nos anos 60, por ser vista como comunista. Também teve sua casa invadida por policiais.
"Brincando em Cima Daquilo”, peça protagonizada por Marília Pêra em 1984, foi considerado pela crítica teatral um marco na atuação de uma atriz para o teatro brasileiro. Por sua atuação na peça ganhou o Prêmio Molière de Melhor Atriz. Em 2004, sua atuação em “Mademoiselle Chanel”, que fez temporada em Paris, rendeu vigorosa saudação por parte da imprensa especializada francesa. Por sua atuação na peça de teatro "Mademoiselle Channel", Marília Pêra ganhou 4 prêmios.



 
Em 2005, Marília Pêra relembrou os sucessos de Carmen Miranda no musical "Marília Pêra canta Carmen Miranda". Em 2005 ganhou o Prêmio Qualidade Brasil de Melhor Atriz e o Prêmio Shell de Melhor Atriz. Já em 2006 ganhou o Prêmio Eletrobrás de Melhor Atriz e em 2007 ganhou o Prêmio Faz Diferença 2006 de Melhor Atriz. A atriz também atuou no musical "Alô, Dolly", em 2013.
Casou-se pela primeira vez aos 17 anos com o músico Paulo da Graça Mello, morto num acidente de carro em 1969. Aos 18, foi mãe de Ricardo Graça Mello. Mais tarde, foi casada com o ator Paulo Villaça, parceiro em "Fala Baixo Senão Eu Grito", de 1969, e com Nelson Motta, com quem teve as filhas Esperança e Nina. Desde 1998, Marília Pêra era casada com o economista carioca Bruno Faria. Estreou nas telas do cinema em 1968 com o filme "O Homem que Comprou o Mundo". Em 1980 chamou atenção ao interpretar a prostituta Suely em “Pixote, a Lei do mais Fraco”.
Ao todo, a atriz estrelou 27 longa metragens. Ganhou 3 prêmios por sua atuação em "Pixote, a Lei do mai Fraco". Em 1980 ganhou o Prêmio Air France de Melhor Atriz, em 1981 ganhou o Prêmio de Melhor Atriz pela Sociedade de Críticos de Cinema de Boston (Society of Films Critics), Estados Unidos e em 1982 ganhou o Prêmio de Melhor Atriz pela Sociedade de Críticos de Cinema dos Estados Unidos (National Society of Critics Awards - USA).
Em 1996 fez o maior sucesso como a beata Perpetua do filme “Tieta do Agreste” e ganhou dois prêmios pela atuação: Prêmio de Melhor Atriz no Festival de Havana e Prêmio de Melhor Atriz de Cinema pela APCA. Sua última vez nas telas do cinema foi em 2008 no filme "Polaróides Urbanas".
Sua estreia nas televisão aconteceu em 1965, na TV Globo, com a novela "Rosinha do Sobrado", em que interpretava Rosinha. Atuou em 16 novelas da emissora no total.




Em 1965, Marília Pêra deu vida à Carolina em "A Moreninha", da TV Globo. 1965: "Padre Tião", da TV Globo. 1966: "Um Rosto de Mulher", da TV Globo. No ano seguinte e na mesma emissora, Marília Pêra foi Joana em "Super Plá". Em 1968, atuou em "Beto Rockfeller", da extinta TV Tupi, como Manuela. Em 1971, interpretou Shirley Sexy em "O Cafona", da TV Globo. No mesmo ano foi Noeli em "Bandeira 2", da TV Globo. Já em 1972 foi Serafina Rosa em "Uma Rosa com Amor", da TV Globo. Em 1974 interpretou a protagonista Manuela em "Supermanoela", da TV Globo.
Após 13 anos sem aparecer em uma novela, Marília Pêra interpretou Rafaela em "Brega & Chique", da TV Globo, em 1987. Em 1989 foi Susana em "Top Model", da TV Globo. Em 1990 interpretou Genuína Miranda em "Lua Cheia de Amor", da TV Globo.
No mesmo ano participou como ela mesma em "Rainha da Sucata", da TV Globo. Em 1996, na Band, interpretou Elizabeth Caldeira em "O Campeão". Em 1997, na extinta TV Manchete, foi Isadora em "Mandacaru". Em "Meu Bem Querer", novela da TV Globo de 1998, foi Custódia. Em 2003, participou como ela mesma, cantando músicas de Ary Barroso, em "Celebridade", da TV Globo.
Em 2004 foi Janis em "Começar de Novo", da TV Globo. Milu foi a personagem que interpretou em "Cobras& Lagartos", em 2006, na TV Globo. Deu vida à imponente Sarah Kubitschek em "JK", minissérie da TV Globo de 2006. Em 2007 deu luz à Gioconda em "Duas Caras", da TV Globo. No remake de "Ti-Ti-Ti", novela da TV Globo de 2010, interpretou Rafaela. Em "Insensato Coração", novela da TV Globo de 2011, participou como ela mesma. Sua última participação nas televisão foi em 2011 na novela "Aquele Beijo", da TV Globo e sua última participação em séries e minisséries foi agora em 2015, em "Pé na Cova", como a irresistível Darlene.
Filha dos atores Dinorah Marzullo Pêra e Manoel Pêra, a veterana teve um papel importante na dramaturgia brasileira. Atuando desde os 4 anos, a atriz conquistou o público nos palcos do teatro e nas telas da televisão com seu jeito doce.


 


Na televisão seu primeiro papel foi em 1965, na novela “A Moreninha” e seu mais recente trabalho foi em "Pé Na Cova", série de Globo. PARA SEMPRE APLAUSOS, MARÍLIA PERA!

 


 
 
 CLICAR NA IMAGEM PARA ASSISTIR
MARÍLIA PERA - 120...150...200 KM POR HORA
DE ROBERTO CARLOS.
 
 


OU CLICAR NO LINK DO CANAL YOU TUBE.

https://www.youtube.com/watch?v=GV2rNPr2tCg






COMENTÁRIO





Alberto, você é o "barômetro" dos acontecimentos da cultura não só de Niterói. Sua aguda percepção abrange todos os horizontes.

Usando eu aqui as palavras do grande  Erza Pound,  você, com suas reportagens multifacetadas  em todas as frentes,  esta sendo "antena da raça".

Comovente esta bela e justa homenagem à inesquecível Marília.

Abraços amigos.

Dalma.
 
 
 
 
 
 
 
Dalma Nascimento
é escritora e doutora em Literatura Comparada.
 

***************************************






Marília! Voz pausada, baixa, delicada, face e postura suaves, olhar gestual atuando ou dirigindo com o saber cênico no amor ao teatro. Emocionei-me com a dor no choro da perda. Marília! Represente agora com as estrelas, você é uma delas! O palco é um amante inquieto, sem barreiras; minha admiração e o meu respeito em seu novo caminho.

Alberto, é triste ver o palco chorar e a saudade ficar, porém, sei que como eu deixou também seu coração vagar em sensível aplausos a uma linda trajetória de uma atriz que com a sutileza de talentos soube conduzi-los com simplicidade e um imenso amor.

Angela Gemesio.
 
 
 
 
 
 
 
 
Angela Gemesio
é atriz, escritora e acadêmica.
 
**********************************************
 
Valeu, poeta!
Cecchetti.
 
 
 
 
 
 
 
 
Paulo Roberto Cecchetti
escritor, publicitário e acadêmico.
 

 *******************************




Muitas flores para ela ... que é na minha opinião ... a mais completa atriz do Brasil !!! Siga seu caminho de luz ... minha estrela !!! Vai brilhar ... nas Constelações criadas por Deus para moradia eterna ... das DIVAS como você !!! MARÍLIA PERA ... daqui vou continuar lhe aplaudindo ... de pé !!! BRAVO !!! BRAVÍSSIMO !!! Bravo, também, para o blog ... FOCUS PORTAL CULTURAL ... que homenageando esta atriz fantástica, demonstra a seriedade do trabalho que desenvolve em prol da CULTURA fluminense. Informar educa e desenvolve na sociedade ... a vontade de saber mais. E uma sociedade que procura saber mais ... é, com certeza, uma sociedade melhor. PARABÉNS !!! em PARA SEMPRE APLAUSOS, MARÍLIA PERA! UMA HOMENAGEM DO FOCUS PORTAL CULTURAL.

 
Libia Cabral.


 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

Biba Cabral de Mello
é artista plástica, professora e escritora.




*************************************







UMA HOMENAGEM ESPECIAL

FOCUS PORTAL CULTURAL
COLUNA CULTURA DO JORNAL SANTA ROSA
COLUNA FOCUS CULTURAL DO
PORTAL SEM FRONTEIRAS.


 PARA SEMPRE APLAUSOS, MARÍLIA PERA!



 

2 comentários:

Matilde Carone Slaibi Conti disse...

Maravilhosa Marília. Acompanhei o seu trabalho , por todo o sempre. Agora, o céu está em festa, com a sua entrada triunfal.

libia disse...

Muitas flores para ela ... que é na minha opinião ... a mais completa atriz do Brasil !!!

Siga seu caminho de luz ... minha estrela !!!

Vai brilhar ... nas Constelações criadas por Deus para moradia eterna ... das DIVAS como você !!!

MARÍLIA PERA ... daqui vou continuar lhe aplaudindo ... de pé !!!

BRAVO !!!

BRAVÍSSIMO !!!

Bravo, também, para o blog ... FOCUS PORTAL CULTURAL ... que homenageando esta atriz fantástica, demonstra a seriedade do trabalho que desenvolve em prol da CULTURA fluminense. Informar educa e desenvolve na sociedade ... a vontade de saber mais. E uma sociedade que procura saber mais ... é, com certeza, uma sociedade melhor. PARABÉNS !!!