segunda-feira, 7 de março de 2016

SALA DE CULTURA LEILA DINIZ NO CLIMA DA PÁSCOA . ESPETÁCULO PARA A FAMÍLIA CONTA A HISTÓRIA DO COELHO PASCOAL. CONFIRA.

 

NOVA IMPRENSA OFICIAL DO
ESTADO DO RIO DE JANEIRO

 
 
 
 

Sala de Cultura Leila Diniz
no clima da Páscoa

Espetáculo para a família conta
a história do Coelho Pascoal
e seus ajudantes

 


A Páscoa está chegando e, com ela, não virão somente os deliciosos ovos de chocolate! No dia 12 de março, às 12h, a Sala de Cultura Leila Diniz receberá a Dona Coelhuda, juntamente com seus amigos e seu ajudante, o Coelho Pascoal, no espetáculo de Gugu Araújo e Cezar Cavalcanti, “O Coelho Pascoal e sua turma”.

Dona Coelhuda, estava responsável pela produção dos ovos de Páscoa no bosque onde morava. Seu irmão, o famoso e querido Coelho da Páscoa, havia sido convidado para auxiliar uma grande produção de ovos em um país bem distante, e os riscos de seu fiel ajudante não conseguir voltar a tempo para ajudá-la eram muito grandes! Vindos diretamente da bela floresta em que vivem, a turma irá contar, com muita alegria e ajuda da plateia, o que fizeram para conseguir preparar a tempo da Páscoa todos os ovos de chocolate e muitas outras delícias.

 


SERVIÇO

47ª edição do Giro Cultural
Peça infantil “O Coelho Pascoal e sua turma”

Data: 12/03/2016 (sábado)
Horário: 12h
Endereço: Rua Professor Heitor Carrilho, 81
Centro – Niterói/RJ


ENTRADA FRANCA
 


 
 
SAIBA UM POUCO DO INÍCIO DAS ATIVIDADES
DA SALA DE CULTURA LEILA DINIZ
 
 
 
A Imprensa Oficial não dispensou a formalidade ao convidar a população de Niterói para conhecer a Sala de Cultura Leila Diniz. Para tanto, imprimiu 10 mil folhetos, que serão distribuídos nos principais pontos de cultura da cidade, entre eles: o Museu do Ingá, a Biblioteca Municipal e o Centro Cultural Abrigo de Bondes. Os convites foram impressos em cor e ressaltam a beleza e modernidade que caracterizam a arquitetura da sala.

 

 
 

A estrela principal da primeira exposição é a Nova Imprensa Oficial. Através das capas do Diário Oficial, a mostra exibirá como, ao longo do tempo, foram modificados os objetos e equipamentos utilizados para produzir o importante instrumento de legalização dos atos oficiais no estado do Rio.

 

 

O espaço foi batizado em homenagem a Leila Diniz. Natural de Niterói, a atriz rompeu tabus, servindo de inspiração para o momento em que as mulheres batalhavam pela sua autonomia, espaço na sociedade e, principalmente, no mercado de trabalho.



Desde o dia 1º de julho, data da inauguração, o espaço está aberto para visitação de segunda à sexta, das 10 às 17 horas, na Rua Professor Heitor Carrilho, 81, Centro de Niterói, ao lado da sede da Imprensa Oficial do Estado do Rio de Janeiro. A entrada é gratuita.
 
 
Mais informações pelo e-mail:
 
 
 
 
VISITE O SITE DA
NOVA IMPRENSA OFICIAL
E VEJA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA
DO MÊS DE MARÇO.
 
 


 
 
 
 
E O QUE VEM POR AÍ
 
 

Dia 18 de março às 18h.

 
A próxima sessão (18/03 – antecipada por conta da Semana Santa) será com três clássicos da animação brasileira, incluindo o segundo curta-metragem de Alê Abreu, indicado ao Oscar este ano com O menino e o mundo, além de dois filmes de Marcos Magalhães, vencedor do Prêmio Especial do Júri no Festival de Cannes de 1982 com Meow! (1981).
 
ANIMANDO (Brasil, 1983)
Direção: Marcos Magalhães
Animação, cor, 13'

"Um desenho quase didático sobre as diferentes técnicas de animação que podem ser utilizadas na feitura de um filme. Ao contar uma história relativamente simples, o diretor lança mão de acetato, recorte, massa de modelar e pintura em filme, entre outros recursos, numa demonstração da versatilidade do cinema em animação."


MEOW! (Brasil, 1981)
Direção: Marcos Magalhães
Animação, cor, 8'

"Um gato faminto mia desesperado. Seu leite acabou. O dono, irritado, parte para a agressão. Uma mão salvadora oferece ao bichano soda cólica, exótico refrigerante de cor escura. Todos os recursos publicitários, até uma gatinha-propaganda, são usados para convencê-lo. Mas o gato só engole a bebida sob ameaça de garrafadas. Quando o dono volta com a tigela de leite, descobre que o gato já não é o mesmo. Agora só mia em inglês: meow.


ESPANTALHO (Brasil, 1998)
Direção: Alê Abreu
Animação, cor, 10'

As lembranças de uma mulher de idade avançada confundem-se com as descobertas de uma menina apaixonada por um espantalho. Segundo curta-metragem de Alê Abreu, indicado ao Oscar de animação 2016 pelo longa O menino e o mundo (Brasil, 2015).
 
 
 
ENTRADA FRANCA
EM TODOS OS EVENTOS.
 
 
 
 
 
 
 
 

Nenhum comentário: