domingo, 21 de agosto de 2016

POESIA VIDA NA ALMA DO POETA DE SHIRLEY LOPES EM DOSE DUPLA - NA VOZ DE ANNA MÜLLER E NEIDE BARROS RÊGO. CONFIRA.

(CLICAR NA IMAGEM PARA ASSISTIR AO FILME)
 

 
 
OU CLICAR NO LINK DO CANAL YOU TUBE DO
FOCUS PORTAL CULTURAL
 




 
 
VIDA NA ALMA DO POETA

 

Encontrei-me naquela linda e frenética poesia.
Nela, o amor ardia em chama.
Sua luz, em linda fábula,
falava do beija-flor, na janela, beijando sua rosa.


Encontrei-me na trilha do trovador, derramando o amor.
Na janela, a donzela contemplava a lua adormecida,
que, impelida pelo tempo, a sua face escondia.

 
Encontrei-me na moça enternecida
que buscava nas esquinas de um passado feliz,
que continua presente,
a felicidade abrigada na história que jamais findará.


Encontrei-me na alma do poeta,
em seu maior tormento,
no amor esquecido que se aquieta,
na lágrima que cai no abismo,
e depois, encontra o alento
no regaço da AMADA.

  
Encontrei-me nas asas da liberdade do poeta,
que buscava a direção exata do destino,
para a viagem em busca do tempo feliz em versos.

 
Encontrei-me na melodia versada em sonetos,
exprimindo o amor mais puro que vai além do horizonte
e desperta o amanhecer em um caminho rumo ao ÉDEN.


Encontrei-me na vontade da mais linda rima perfeita,
no sonho mais profundo do poetar sublime,
no tempo do poeta que se esvai da primeira estrofe
e finda na última em versos voláteis.


Encontrei-me na face do poeta,
no momento, no tempo certo que é VIDA.

 

 
Poesia de Shirley Lopes

dedicada ao seu esposo o poeta 
ALBERTO ARAÚJO.





(CLICAR NA IMAGEM PARA ASSISTIR AO VÍDEO)
 


OU CLICAR NO LINK DO CANAL YOU TUBE
 
 
 
 
VIDA NA ALMA DO POETA
 
Poesia de Shirley Lopes dedicada ao seu esposo ALBERTO ARAÚJO, recitada na ocasião da posse do poeta no Cenáculo Fluminense de História e Letras em 16 de agosto de 2013, pela declamadora Neide Barros Rêgo.
 
 
 
 
*******************
 
 
 
 
 
COMENTÁRIOS
 
 
 
 
 
Shirley Lopes cultiva, com belas palavras, todo o amor do mundo. Este é um bom início de um domingo chuvoso. Fico de alma lavada.
 
LUIZ LEMME.
 
 
 
 
***********************

 
 
 

 
Alberto amigo, diga à nossa Shirley que ela não só se encontrou na alma do poeta, como também na alma da poesia em si.
 
Meus parabéns
e meu beijo gordo para ela.
Helena Ferreira.
 
 
 
 
 **********************
 
 
Alberto, transmita a Shirley o fato de eu estar encantado com sua poesia e sensibilidade artística, ao escrever tão linda poesia. E a você, muso inspirador, também meus parabéns. Abraço cordial,
 
André Santa Rosa.
 
 
 
 
**********************
 
 
Boa tarde, Alberto:
 
Seus comunicados são sempre excelentes: abordam constantemente  assuntos de interesse.
Siga em frente.
 
Abraços 
do Antonio José
 

 
 
****************************
 

 
 
Ressalto a máxima que, indiscutível, conceitua o legado humano: conhecemos o homem por intermédio de sua obra. A artista plástica e poetisa Shirley Lopes nos convida, dessa forma, a conhecê-la ao abrir as portas de sua alma. Uma vez lá, deparamo-nos, afortunados, com o seu universo sensível à arte poética. Feliz por conhecer, de perto, figura de inegável representatividade no meio artístico.
 
Hilário Francisconi.
 
 
 
******************************
 




Parabéns, Alberto, pelo Portal: sempre me enriqueço com ele.
Um forte abraço, Neusa.

Neusa Pinto

Setor de comunicação da ASPI-UFF.

 

****************************

 


O amor é belo. O amor acaricia. O amor transforma. O amor é tudo em nossas vidas. Parabéns Shirley por nos brindar com muito amor sua poesia para Alberto.

Abraços!

José Ernesto Cardoso Guadelupe  -

Jornalista Guadá.
 
 
 

 **************************

 

2 comentários:

Luiz Lemme disse...

Shirley Lopes cultiva, com belas palavras, todo o amor do mundo. Este é um bom início de um domingo chuvoso. Fico de alma lavada.

josé ernesto cardoso guadelupe disse...

O amor é belo.O amor acaricia.O amor transforma.O amor é tudo em nossas vidas.Parabéns Shirley por nos brindar com muito amor sua poesia para Alberto.Abraços!