segunda-feira, 7 de novembro de 2016

ARTISTAS PLÁSTICOS CARLOS VALENÇA E LUCIANE VALENÇA RETRATAM QUADROS DO MUNDO IMAGINÁRIO E FANTÁSTICO. CONFIRA.


Tela da exposição “Outopos”
 Os irmãos artistas plásticos
Carlos Valença e Luciane Valença.


 
 
Os irmãos artistas plásticos Carlos Valença e Luciane Valença inauguram a exposição “Outopos” na Sala de Cultura Leila Diniz, no dia 7, próxima segunda-feira. O nome da exposição é a origem da palavra utopia: “ou” e “topos”, em grego, significam lugar que não existe.
 
 
 
A palavra “utopia” foi criada pelo escritor Thomas Morus, em 1516, e foi título de seu livro, onde fala de uma ilha chamada Utopia onde tudo era perfeito. A organização social funcionava perfeitamente, todos tinham o que necessitavam e eram felizes.





 
A exposição traz mundos paralelos fantásticos, que vivem no imaginário coletivo e nos sonhos de cada um. Assim, são devaneios, fantasias, em um universo que parece irrealizável. As obras trazem a proposta de um mergulho nesses mundos que têm em comum a arte, buscando o ideal de cada um de nós, nossa utopia.


Os irmãos artistas plásticos
Carlos Valença e Luciane Valença
com Renata Palmier - coordenadora
da Sala Leila Diniz.


 
A artista já expôs na Sala de Cultura Leila Diniz anteriormente. Em agosto de 2014 ela levou para a sala “Sinuoses”, uma exposição de suas pinturas minimalistas que buscavam estimular o público ao autoconhecimento. No ano seguinte expôs “Cósmicas”, no Museu de Arte do Rio, em que falava sobre a origem da vida através da metáfora da árvore, buscando levar ao público assuntos como a conscientização ambiental, respeito entre gêneros e gratidão ao universo.







 
A Sala de Cultura Leila Diniz fica na Rua Heitor Carrilho, 81, no Centro de Niterói. De 7/11 até 9/12. Entrada franca. Censura livre. Telefone: 2717-4055.




APOIO NA DIVULGAÇÃO
 
 
 
 
 






 

Nenhum comentário: