terça-feira, 27 de junho de 2017

CELEBRAÇÃO DO CENTENÁRIO DA ACADEMIA FLUMINENSE DE LETRAS, NA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO RIO DE JANEIRO.

 
 
 
O deputado Waldeck Carneiro oferece cópia
da Lei 7.588 ao presidente Waldenir de Bragança.
Foto - Divulgação - Adhemir Rebello.

 

 


Por iniciativa dos deputados Waldeck Carneiro e Comte Bittencourt, a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro reuniu no dia 26 acadêmicos e convidados em sessão solene de homenagem pelos 100 anos da Academia Fluminense de Letras.
 
Na ocasião, Waldeck presenteou o presidente Waldenir de Bragança com cópia emoldurada da Lei nº 7.588, de sua autoria, reconhecendo a Academia Fluminense de Letras como Academia Oficial do Estado do Rio. 
 
 
 
O deputado Waldeck Carneiro apresenta ao presidente Waldenir de Bragança cópia da Lei nº 7.588, cercado pelos acadêmicos Neide Barros Rêgo, Mirian Grinspun, Márcia Pessanha, Eneida Fortuna Barros, Aristeu Pessanha, José Haddad, Erthal Rocha, Antônio Machado e Wainer Silveira e Silva. Foto Divulgação - ALERJ/Tainá Souza Lima.
 
 
 
O centenário da AFL vem sendo comemorado com extensa programação cultural, que culminará com a realização, entre 20 e 22 de julho, do I Congresso Brasileiro de Academias de Letras e Artes, no H Niterói Hotel, O evento, que conta com o apoio da Secretaria de Cultura / Fundação de Artes de Niterói e da Pró-Reitoria de Extensão da Universidade Federal Fluminense, terá a presença de presidentes de academias estaduais e de municípios fluminenses, do representante do Ministério da Cultura RJ/ES José Haddad, além de outras autoridades.
 
 
O acadêmico Aristeu Pessanha, o presidente da AFL Waldenir de Bragança, o deputado Waldeck Carneiro e o representante do Ministério da Cultura RJ/ES José Haddad - Divulgação - Adhemir Rebello.
 
 
A presidente da Academia Niteroiense de Letras Márcia Pessanha, a vice-presidente da AFL Eneida Fortuna Barros, o presidente Waldenir de Bragança, o deputado Waldeck Carneiro e o representante do Ministério da Cultura José Haddad. Divulgação - ALERJ/Tainá Souza Lima.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
APOIO NA DIVULGAÇÃO
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Nenhum comentário: