segunda-feira, 31 de julho de 2017

EXPOSIÇÃO PAPEL E TELAS DO ARTISTA PLÁSTICO URUGUAIO CARLOS GALLERO, NA CASA FRANÇA-BRASIL, NO RIO DE JANEIRO.


 
 
 
 
CONVITE OFICIAL
(CLICAR NA IMAGEM PARA AMPLIÁ-LA)
 
 
 
 
 
  
Caros foculistas, o artista plástico uruguaio Carlos Gallero  convida vocês e suas ilustríssimas famílias, para a abertura da Exposição Papel e Telas, que acontecerá no dia 23 de novembro de 2017, (quinta-feira), às 17 horas,  na Biblioteca da Casa França-Brasil, localizada à Rua Visconde de Itaboraí, nº 78, no Centro do Rio de Janeiro.
 
A importante mostra tem a curadoria do jornalista e escritor Sergio Caldieri e apoio cultural da Secretaria de Cultura do Estado do Rio de Janeiro e da Casa França-Brasil. Vale a pena conferir!
 
 
 

Artista plástico Carlos Gallero
e o curador  Sérgio Caldieri.
 
 
 
 
 
 UM POUCO SOBRE CARLOS GALLERO






CARLOS GALLERO - artista plástico.


 
CARLOS GALLERO é uruguaio, residiu por diversos anos em Buenos Aires e Caracas. Filho de argentino, mãe lituana, avô paterno turco e avô materno russo.


A EXPOSIÇÃO PAPEL E TELAS do artista plástico Carlos Gallero será exibida pela segunda vez no Rio de Janeiro, após 36 anos. A mostra é baseada em um conceito de paz, que por sua vez é transformado em uma chamada, um alerta que convida à reflexão e reformulação do mundo a partir de uma explosão emocional de cores, através do qual uma síntese da condição humana é recriado que estar numa Utopia. Assim, o espectador envolverá participando na força da pintura do artista, que é concebida sob um voo proposto.

 
“Papel e telas” é fruto dos seus trabalhos criativos nos últimos trinta anos para consolidar 1.500 obras, mostrando nesta exposição um reflexo da paixão inesgotável para a arte de Carlos Gallero:
"A criação é algo sublime que não cabe qualquer discusão. A arte é uma contribuição social que alimenta o nosso espírito. Cada um de nós precisará construir coisas em nosso interior para melhorar a nossa qualidade de vida. E eles podem ir expressar e sentir-se cada vez mais solto antes do plástico. As paredes do meu estúdio são escritos por minha pequena neta e eu digo, 'se eu poderia fazer isso', nós temos que alimentá-los a sua criatividade lá até que eles vão pintar um quadro. Meus trabalhos têm cores fortes para protestar contra tudo o que é, infelizmente, cinzento, escuro, difícil de superar no mundo. É uma explosão de vida, você vai ver pinturas com mais de quarenta cores do País Tropical, o Brasil que é um fabuloso país. Sou como você, um indivíduo que tenta sobreviver com dignidade no mundo que não gosto."- disse Carlos Gallero que nasceu no bairro negro de Montevidéu, Uruguai.


Carlos Gallero realizou trabalhos em direção teatral e cenografia na Espanha, Alemanha, França, Inglaterra, Uruguai e Argentina.


Nos últimos 20 anos que residiu em Caracas, foi o criador de vários parques temáticos, incluindo "Aurora de Venezuela". Depois de uma produção bem sucedida, com mais de 30 exposições individuais e coletivas em diferentes países como o Brasil, Uruguai, Argentina, Venezuela, Bélgica, Holanda, Alemanha, Espanha, Inglaterra, Colômbia, Guatemala, Equador, Bolívia e Chile.




CASA FRANÇA-BRASIL
LOCAL DA EXPOSIÇÃO
DO ARTISTA PLÁSTICO CARLOS GALLERO


 
 
Casa França-Brasil localiza-se no Centro histórico da cidade do Rio de Janeiro, no Brasil. Este imóvel histórico, atualmente, encontra-se requalificado como um centro cultural. Trata-se de um imponente solar neoclássico, projetado por Grandjean de Montignyintegrante da Missão Artística Francesa (1816) e professor da Academia Imperial de Belas-Artes. Encomendado por João VI de Portugal em 1819 para a instalação da primeira Praça do Comércio da cidade, foi inaugurado em 13 de maio de 1820.
 



 
ALGUNS MOMENTOS DE CARLOS GALLERO

 

 
 
 
Carlos Gallero no
Teatro Popular de Niterói.


Carlos Gallero posa ao lado
de sua belas obras.
 
 
 
 
 
 








 
 
 
 
 
 
APOIO NA DIVULGAÇÃO
 
 
 
 
 
 
 
 

Nenhum comentário: