terça-feira, 25 de julho de 2017

I CONGRESSO DE ACADEMIAS DE LETRAS PROMOVIDO PELA ACADEMIA FLUMINENSE DE LETRAS DE 20 A 22 DE JULHO, NO H NITERÓI HOTEL, FOI UM SUCESSO.

 
 
O presidente da Academia Fluminense de Letras Waldenir de Bragança, o prefeito Rodrigo Neves, o deputado Comte Bittencourt e o secretário municipal de Cultura Marcos Gomes, na abertura do I Congresso. FOTO (Divulgação - UFF / PROEX) -
 
 
 
 
 
 
I Congresso de Academias de Letras
 
 

O I Congresso Brasileiro de Academias de Letras, promovido pela Academia Fluminense de Letras de 20 a 22 de julho, no H Niterói Hotel, foi um sucesso. A abertura coube ao prefeito Rodrigo Neves, que saudou os participantes afirmando que Niterói se sentia honrada em sediar o evento comemorativo do centenário da AFL, recebendo tantos e ilustres convidados. 
 
 
 
 
O presidente da Academia Brasileira de Letras Domício Proença, o representante do Ministério da Cultura José Haddad, o presidente da Academia Fluminense Waldenir de Bragança e o acadêmico Marco Lucchesi, no I Congresso Brasileiro de Academias de Letras. FOTO (Divulgação - Adhemir Rebello) -
 
 
 

 
Durante três dias reuniram-se acadêmicos, autoridades, professores e estudantes para debater Educação, Cultura e Ética, com a participação de academias dos Estados do Paraná, Mato Grosso, Sergipe e Amazonas, além de representantes das academias dos municípios do Estado do Rio.
 
Durante o evento,  o prefeito Rodrigo Neves
recebeu a Medalha do Centenário.
 
 
 
 
O ponto alto foi a fundação da Federação de Academias de Letras / RJ, que pretende congregar as entidades literárias fluminenses, apoiando e estimulando suas atividades culturais. 

O presidente da Academia Brasileira de Letras, Domício Proença, ressaltou que "As academias não podem ter medo de ousar, de partir para o novo. É o que está fazendo a Academia Fluminense ao realizar este encontro".
 
 
 
De acordo com o presidente da Academia Fluminense de Letras (AFL),
Waldenir de Bragança, o evento marca as comemorações
de um século da entidade
Foto: Divulgação
 
 
 
O presidente da AFL Waldenir de Bragança disse que está se iniciando um novo tempo para o movimento cultural fluminense. O presidente da Academia Paranaense de Letras Ernani Buchmann sugeriu que o próximo Congresso seja realizado em Curitiba.
 
 
 
 
 
REALIZAÇÃO
 
 
 
 
 
 
 
 

APOIO NA DIVULGAÇÃO
 
 
 
 
 
 

 

 

 

Nenhum comentário: