sexta-feira, 1 de junho de 2018

ESPAÇO CULTURAL BNDES APRESENTA RENATO BORGHETTI COM O SHOW GAITA NA FÁBRICA, NO DIA 06 DE JUNHO DE 2018, ÀS19H.


ESPAÇO CULTURAL BNDES - ENDEREÇO: AVENIDA CHILE, 100, CENTRO, PRÓXIMO AO METRÔ CARIOCA, RIO DE JANEIRO.
 
 
 
 
 
 
 
Projeto Quartas Instrumentais
 06 de junho de 2018, às19h.
 
 
Ligado às tradições gaúchas, Renato Borghetti é referência da música regional no Brasil, tendo como inspiração a Barra do Ribeiro, os campos às margens do Rio Guaíba, a Pampa e a lida campeira. No espetáculo “Gaita na Fábrica”, apresenta com seu grupo composições próprias e de grandes mestres da música instrumental. 
 
 
 
 
 
 
 
 

 Repertório:

 1. Milonga de la puteada – Esteban Morgado
2. Festa dos rios – Daniel Sá
3. Santa Morena – Jacob do Bandolim
4. Brincando com a Dora – Renato Borghetti
5. Chama mar – Pedro Figueiredo
6. Forró pra já – Vitor Peixoto
7. Outras águas – Daniel Sá
8. Alfonsina y el mar – Ariel Ramirez e Félix Luna
9. Cartão postal – Alegre Corrêa
10. Iaiai – Renato Borghetti
11. Conceição da Barra – Daniel Sá
12. Barra do Ribeiro – Guinha Ramires
13. Sétima do Pontal – Renato Borghetti e Véco Marques
Ficha técnica:
Renato Borghetti – gaita ponto
Daniel Sá – violão
Pedro Figueiredo – flauta e sax profano
Vitor Peixoto – teclado
Classificação: LIVRE
Espaço Cultural BNDES
Avenida Chile, 100 - Centro, Rio de Janeiro.
Próximo ao metrô Carioca
 
 
 
 


 
 
UM POUCO SOBRE RENATO BORGHETTI
 
 
 
Renato Borghetti, mais conhecido como Borghettinho nasceu em Porto Alegre, 23 de julho de 1963 é um músico instrumentista e acordeonista brasileiro. Toca gaita-ponto. 
 
Renato Borghetti começou na música aos dez anos de idade, tocando uma gaita-ponto que ganhou do pai em Barra do Ribeiro.
 
Em pouco tempo já era atração no Centro de Tradições Gaúchas comandado por seu pai e, aos 16 anos, se apresentou pela primeira vez.
 
Seu primeiro disco, o Gaita-Ponto tornou-se o primeiro álbum de música instrumental brasileira a ganhar um disco da ouro, vendendo cem mil cópias.
Excursionou por todo o Brasil, e por diversos países da Europa, e fez uma temporada no S.O.B.’s, em Nova Iorque.
 
Em 1991 ganhou o prêmio disco do ano, na categoria regional, da Associação Paulista de Críticos de Arte.
Renato mescla folclore e modernidade em suas composições, tendo um estilo inconfundível. Tem mais de uma quinzena de discos gravados e dezenas de participações em gravações.
 
É torcedor do Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense, tendo tocado o Hino do Rio Grande do Sul na festa de abertura da Arena do Grêmio, em 08 de dezembro de 2012, juntamente com a Banda de Fuzileiros Navais da Marinha do Brasil.
 
 
 
 
 
 
 
 
DISCOGRAFIA
 
 
1984 - Gaita Ponto - RBS Discos
1985 - Renato Borghetti - Som Livre
1987 - Renato Borghetti - RCA Victor
1988 - Esse tal de Borghettinho - RCA/BMG-Ariola
1989 - Renato Borghetti - Chantecler/Continental
1990 - O Melhor de Renato Borghetti - Som Livre
1991 - Borghetti - Continental
1992 - Pensa que Berimbau é Gaita? - RBS Discos
1993 - Renato Borghetti - RGE
1993 - Instrumental no CCBB (com Hermeto Paschoal) - RGE
1994 - Accordionist - Prestige Records
1995 - As 20 Melhores de Renato Borghetti - RGE
1996 - Gaúcho - RGE
1998 - Gauderiando - RGE
1999 - Ao Ritmo de Tio Bilia - RBS Discos/Som Livre
2001 - Paixão no Peito
2002 - Ao Vivo em Viena
2002 - Umberto Petrin & Renato Borghetti - Reunião
2002 - SESC São Paulo - A Música Brasileira Deste Século Por Seus Autores e Intérpretes
2005 - Gaitapontocom
2005 - Gaúchos (Quinton Recorde Viena)
2007 - Fandango
2011 - Andanças - Live in Brussels
2016 - Gaita na Fábrica
 
 
 
 
 
 
 
 
APOIO NA DIVULGAÇÃO
 
 
 
 
 
 

 

 

 

 

 

 
 

Nenhum comentário: