quinta-feira, 11 de outubro de 2018

O ACERVO DO FOTÓGRAFO WALTER FIRMO IRÁ AO INSTITUTO MOREIRA SALLES PARA SER DIGITALIZADO.


WALTER FIRMO, NASCIDO NO RIO DE JANEIRO, EM 01 DE JUNHO DE 1937, É UM FOTÓGRAFO BRASILEIRO FAMOSO POR RETRATAR DONA IVONE LARA, CARTOLA E PIXINGUINHA. FOTÓGRAFO, MÚSICO E JORNALISTA, GANHADOR DOS PRÊMIOS: ESSO DE REPORTAGEM EM 1963, DO CONCURSO INTERNACIONAL DE FOTOGRAFIA DA NIKON. DO GOLFINHO DE OURO EM 1985. HOJE O SEU ACERVO CONTA COM MAIS DE CEM MIL FOTOS, E ESTE IMENSURÁVEL ACERVO DE WALTER FIRMO SERÁ DIGITALIZADO NO INSTITUTO MOREIRA SALLES E POSTERIORMENTE, TRANSFORMADO EM CATÁLOGO.
 
 
O acervo do fotógrafo Walter Firmo, carioca, 80 anos, composto por cerca de cem mil imagens, irá para o Instituto Moreira Salles, em regime de comodato. Autodidata, o mestre da fotografia começou como repórter fotográfico na extinta “Última hora”, em 1957. De lá para cá, poucos retrataram tão bem quanto ele os usos e costumes do povo brasileiro, incluindo suas festanças populares. Os retratos feitos por Firmo, como os destes ícones da música, Pixinguinha (1897-1973), e Dona Ivone Lara (1921-2018), recentemente falecida, são um destaque à parte. IMS prevê exposição e lançamento de catálogo em até três anos.
 
O tema principal das fotos de Walter Firmo é a figura humana. Revela particular interesse pelos costumes e festas populares brasileiras, realizando ampla documentação fotográfica, na qual se destaca aquela sobre o carnaval do Rio de Janeiro. Produz imagens marcantes como aquelas de integrantes de escolas de samba viajando em um trem de subúrbio, até o local dos desfiles, salientando o contraste entre a alegria da festa e o duro cotidiano da população menos favorecida. Já na série Festa do Maracatu-Rural, 1997, retrata a população em trajes típicos, em meio a paisagens de grande luminosidade.
 
Ao longo de sua produção destacam-se também os retratos de músicos brasileiros, como os de Clementina de Jesus (1902 - 1987), Cartola (1908 - 1980) e Pixinguinha (1897 - 1973). É o fotógrafo que se destaca pela exploração sensível da cor e da luz, mantendo diálogo com a pintura.
 
 
 
 ALGUMAS FOTOGRAFIAS DE WALTER FIRMO
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

UM POUCO SOBRE WALTER FIRMO

 
 
 
 
Walter Firmo Guimarães da Silva (Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 1937). Fotógrafo, jornalista e professor. Autodidata, inicia sua carreira como repórter fotográfico no jornal Última Hora, no Rio de Janeiro, em 1957. Em seguida, trabalha no Jornal do Brasil e integra a primeira equipe da revista Realidade, lançada em 1965. Conquista o Prêmio Esso de Reportagem, em 1963, com a matéria Cem Dias na Amazônia de Ninguém.
 
Como correspondente da Editora Bloch, em 1967, permanece por seis meses em Nova York. A partir de 1971, atua na área de publicidade, sobretudo para a indústria fonográfica. Nessa época, conhecido por suas fotos coloridas e por retratar importantes cantores da música popular brasileira, inicia pesquisas sobre festas populares e folclore nacional.
 
Entre 1973 e 1982, é premiado sete vezes no Concurso Internacional de Fotografia da Nikon. Fotografa para as revistas "Veja" e "IstoÉ" e, nos anos 1980, começa a expor seus trabalhos em galerias e museus. De 1986 a 1991, é diretor do Instituto Nacional de Fotografia da Fundação Nacional de Arte (Funarte).
 
Em 1994, leciona no curso de jornalismo da Faculdade Cândido Mendes, no Rio de Janeiro, e, desde então, coordena oficinas em todo o Brasil. Ganha a Bolsa de Artes do Banco Icatu, em 1998, com a qual vive durante meio ano em Paris.
 
No fim da década de 1990, torna-se editor de fotografia da revista Caros Amigos. Entre seus livros, destacam-se: "Walter Firmo - Antologia Fotográfica, 1989," "Paris, Parada Sobre Imagens, 2001", "Rio de Janeiro Cores e Sentimentos, 2002," e "Firmo, 2005."
 
 
LIVROS
Walter Firmo: Antologia Fotográfica (1989)
Nas Trilhas do Rosa (1996);
Cores e Sentimentos (2002);
Paris: Paradas Sobre Imagens (2005);
Brasil: Imagens da Terra e do Povo (2009).
 
PRÊMIOS
 
1963 - Prêmio Esso de Reportagem, por Cem dias na Amazônia de ninguém.
1973 a 1982 - 7 vezes - Concurso Internacional de Fotografia da Nikon.
1985 - Golfinho de Ouro.
 
 
 
APOIO NA DIVULGAÇÃO
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
FONTE REFERÊNCIAS
 
Itaú Cultural. Walter Firmo. Acesso em 10 de abril de 2015
Funarte. Biografia de Walter Firmo. Acesso em 10 de abril de 2015
 
 

Nenhum comentário: