domingo, 2 de junho de 2013

ANNA BELLA GEIGER EXPÕE OBRAS NAS COMEMORAÇÕES DO ANO BRASIL-PORTUGAL

No próximo dia 08, em Portugal, será inaugurada a mostra Obranome III, com obras da artista plástica Anna Bella Geiger. O exposição faz parte das comemorações do Ano Brasil-Portugal
 
 
 
Anna Bella Geiger - artista plástica
 
 
 
No próximo dia 8 de junho, dentro das comemorações do Ano Brasil-Portugal 2013, será inaugurada, em Alcobaça, Portugal, a mostra “OBRANOME III - Antologia da Poesia Visual/Lingua Portuguesa”, com curadoria do crítico Wagner Barja, e com obras de Anna Bella Geiger, dentre outros artistas. Dentre as criações que a artista plástica irá expor, destacam-se Burocracia (desenho, 1976), O Espaço Social da Arte  e O Novo Atlas I, entre outras. A mostra abre para visitação no dia 9 de junho no Mosteiro de Alcobaça.
 
Em todos os momentos relevantes da arte contemporânea de nosso país é marcante a presença de Anna Bella Geiger. Na superação dos postulados informais dos anos 1950, na construção figurativa da pop art no Brasil dos anos 1960, nos movimentos experimentais da década de 70, na recuperação das técnicas tradicionais que caracterizam a arte dos anos 1980, ou no pluralismo estético da sociedade pós-industrial da última década do milênio – Anna Bella mostrou-se sempre uma artista autêntica e de vanguarda.
 
 
 
 
A artista realiza sua obra com gravura, pintura, desenho, fotomontagem e vídeo. Na década de 1950, foi morar em Nova York, estudando História da Arte no Metropolitan Museum e Sociologia da Arte, na Universidade de Nova York, com a hisotoriadora alemã Hannah Levy Deinhard.
Tem participado de inúmeras mostras internacionais em museus e nas bienais de São Paulo, Veneza e de fotografia da Bélgica. Em 1982, recebeu o prêmio da Fundação Guggenheim (NY) e, em 2000, a Bolsa VITAE de pesquisa em Artes Plásticas. Obteve vários prêmios internacionais, como da Casa de las Américas (Havana), da Bienal de Desenho de Buenos Aires, da Bienal de Cuenca e, mais recentemente, o Prêmio da Crítica (ABCA) por sua trajetória artística.  
 
 
 

Nenhum comentário: