terça-feira, 30 de abril de 2019

OS "ESCRITORES AO AR LIVRO" APRESENTA DIA 05 DE MAIO DE 2019, (DOMINGO), A PARTIR DAS 10 HORAS, O RELANÇAMENTO DA OBRA "CANDELABRO" DO ESCRITOR, TROVADOR SÁVIO SOARES DE SOUSA. IMPERDÍVEL!




DIA 05 DE MAIO DE 2019, (DOMINGO), O MOVIMENTO CULTURAL "ESCRITORES AO AR LIVRO" APRESENTA A PARTIR DAS 10 HORAS, O RELANÇAMENTO DA OBRA "CANDELABRO" DO ESCRITOR, TROVADOR E ACADÊMICO SÁVIO SOARES DE SOUSA. UM ESCRITO ENCANTADOR DE PRIMEIRA CATEGORIA. IMPERDÍVEL!


O acadêmico e poeta Sávio Soares de Sousa reedita o livro "Candelabro", em 05 de maio de 2019, no Quiosque do Movimento Cultural "Escritores Ao Ar Livro", a partir das 10 horas. Local do relançamento: Praça Getúlio Vargas, Icaraí, Niterói, RJ.

A obra "CANDELABRO" é uma raríssima coletânea de versos de 1968, produzido pela portuguesa Maria Helena, com sonetos de Jacy Pacheco, Manita, Arthur Dalmasso, Vilmar Lassance, Otto Borges e Luís Antônio Pimentel.


UM POUCO SOBRE SÁVIO SOARES DE SOUSA



SÁVIO SOARES DE SOUSA niteroiense do bairro do Fonseca (18/09/1924), filho de Oswaldo Soares de Sousa e Verpertina Reis Soares de Sousa. Descende do Visconde do Uruguai.

Poeta, crítico literário e jornalista, foi professor de Latim e noções de Direito Usual na incipiente Universidade Federal Fluminense (UFF). Nascido em Niterói/RJ, em 1924, desde o início da década de 1950 colabora em suplementos literários, como Letras fluminenses, O Gládio e Prosa & verso, de O Fluminense. Atuante na vida cultural fluminense é fundador de diversos grêmios e grupos literários, como Grêmio Literário Humberto de Campos (1944), Clube de Poesia de Niterói (1956), Grupo dos Amigos do Livro (1957); Associação Niteroiense de Cultura Latino-Americana (1964) e Grupo de Letras Fluminenses (1954). Participa de diversas instituições, entre elas, com destaque: Academia Fluminense de Letras e Academia Niteroiense de Letras. Em 1965, manteve um programa radiofônico sobre poesia, intitulado "SUAVE É A NOITE", na RÁDIO SOCIEDADE DE NOVA FRIBURGO. Atualmente, é um, dos principais colunistas da Revista Bali - Boletim da Academia de Letras de Itaocara, dirigida por Kleber Leite.

Estudos: alfabetizado em casa, com a tia Nelsina; depois: Colégio Brasil, Colégio Universitário da Praia Vermelha, Liceu Nilo Peçanha, Faculdade de Direito de Niterói e Sociedade Dante Alighieri do Rio de Janeiro.

Ex-bancário, ex-taquígrafo parlamentar, ex-professor e membro do Ministério Público Estadual, aposentado desde 1990.

Crítico de cinema e exerceu o jornalismo por mais de trinta anos, principalmente, em “O Fluminense”. Integrante do movimento “Escritores ao Ar Livro”, criado pelo poeta Paulo Roberto Cecchetti, e idealizador do folheto “Resenha da Tenda”. Eleito Intelectual do Ano em 2013, pelo Grupo Mônaco de Cultura.

Livros publicados: “Mundo número dois”, “O salto e o paraquedas”, “Signo do sapo”, “O canibal arrependido e outros discursos” e “Rapsódia para sanfona”(trovas).

Verbete da “Nova Enciclopédia Delta-Larousse” e da “Enciclopédia de Niterói”, de Luís Antônio Pimentel.





APOIO NA DIVULGAÇÃO














COMUNICADO DA JORNALISTA DYANDREIA PORTUGAL SOBRE A VIAGEM REALIZADA DO 6º ANIVERSÁRIO DO "JORNAL SEM FRONTEIRAS" A CARTAGENA E A PROGRAMAÇÃO CULTURAL NO RIO DE JANEIRO EM JUNHO DE 2019. IMPERDÍVEL!


VIAGEM REALIZADA EM CELEBRAÇÃO DO 6º ANIVERSÁRIO DO JORNAL SEM FRONTEIRAS A CARTAGENA E A PROGRAMAÇÃO CULTURAL NO RIO DE JANEIRO EM JUNHO DE 2019. 








A viagem oficial de lançamento deste ano foi muito produtiva e realizamos importantes intercâmbios culturais, entre 41 componentes de nossa comitiva. 









Lançamos a nossa coletânea na Biblioteca da Universidade de Cartagena, e pudemos também doar a obra e conhecer suas produções durante as cerimônias que realizamos dentro do navio que nos levou pelo Caribe. 


´








Agora estamos organizando o lançamento da obra no Rio de Janeiro, quando haverá também a cerimônia de entrega de premiação do Concurso. Solicitamos que aguardem um novo Comunicado Oficial com detalhes sobre a cerimônia.





Todavia, já posso Informar que esta atividade será agregada a Semana Cultural Rede Sem Fronteiras e Parceiros: UBE RJ (União Brasileira de Escritores), AJEB-RJ (Associação de Jornalistas e Escritoras do Brasil – Coord.RJ), InBRAS-CI (Instituto Brasileiro de Culturais Internacionais) e ABRAMES (Academia Brasileira de Médicos Escritores).   








PROGRAMAÇÃO DO RIO DE JANEIRO






A programação acontecerá do 19/06 ao dia 22/06 e será composta por seminário com palestras, sarau, cerimônias de posses de membros correspondentes de outros estados, homenagens, lançamento literários (Coletânea Sem Fronteiras pelo Mundo... Volume 4, Coletânea Erótica à Flor da Pele, Coletânea A Arte de Ser Mulher – Prosa Feminina) com entrega de premiação do concurso, lançamentos literários solos, passeios turísticos e jantares de confraternização.

Reservem, impreterivelmente, suas vindas, para estarem aqui a partir do dia 19/06, vocês não se arrependerão. Enviaremos a programação detalhada, bem como o hotel credenciado com desconto para o grupo e os custos extra das refeições até o final desta semana.

Mais do que participar de uma coletânea, o que a Rede Sem Fronteiras e seus importantes parceiros propõem é a fomentação de atividades culturais de aprimoramento, com trocas de ideias e intercâmbios entre pessoas com os objetivos comuns. 

Aqueles escritores que estarão presentes, e tiverem interesse em tomar posse como membro de entidades culturais no Rio de Janeiro, devem preparar seus currículos e enviar para mim. 

Baseado no currículo de cada um, e nas exigências de cada entidade parceira, encaminharei para a entidade avaliar a possibilidade de aprovação para a posse.

Sem mais para o momento, e animadíssima com nossa programação, que a cada dia agrega mais atividades, despeço-me com carinho fraterno.

Dyandreia Portugal
jornalista e escritora

















POSTADO TAMBÉM NO 
PORTAL SEM FRONTEIRAS

http://www.redesemfronteiras.com.br/index.php  




POSTADO TAMBÉM NO FACEBOOK 
DO FOCUS PORTAL CULTURAL
CLICAR NO LINK: 







APOIO NA DIVULGAÇÃO








segunda-feira, 29 de abril de 2019

FOCUS PORTAL CULTURAL EM UMA VOLTA AO PLANETA: VIAGEM DA FAMÍLIA FONSECA À CIDADE DE AMARANTE-PORTUGAL.




FOCUS PORTAL CULTURAL EM UMA VOLTA AO PLANETA. Amigos foculistas, hoje o passeio da família do português Manoel Fonseca foi à linda cidade de AMARANTE - PORTUGAL , no limiar da província do Douro, confinando com a província de Trás-os-montes.

As fotos dizem respeito à linda Igreja de São Gonçalo, cuja romaria acontece anualmente no primeiro fim de semana de Junho.

Aqui nasceram os poetas Teixeira de Pascoais, António Carneiro e a nossa contemporânea Agustina Bessa-Luis (ainda viva com 96 anos). Também ali nasceu o pintor Amadeo de Souza Cardozo.
O companheiro MANOEL FONSECA firmou um contrato conosco de ser o nosso correspondente direto de Portugal, para sempre nos enviar imagens e informações importantes de todo o Estado Luso. Com isso todos nós ganhamos, pois são ilustrações culturais internacionais.













Agustina Bessa-Luis - ESCRITORA

António Teixeira Carneiro foi um pintor, ilustrador, 
poeta e professor português. 
Durante a sua vida, foi um artista com grande sensibilidade.


Pintor Amadeo de Souza Cardozo.

Teixeira de Pascoais - POETA




Muito importante para o Focus Portal Cultural a parceria com o ativista Manoel Fonseca de Portugal. Estamos felizes com esse nosso intercâmbio cultural. Breve mais informações. Aguardem!






APOIO NA DIVULGAÇÃO









CRÉDITOS DAS FOTOS
MANUEL FONSECA-PORTUGAL


domingo, 28 de abril de 2019

ALBERTO ARAÚJO ENTREGA DVD PRODUZIDO PELO "FOCUS PORTAL CULTURAL". O VÍDEO SOBRE A PALESTRA "ROMANCEIRO DA INCONFIDÊNCIA" PROFERIDA POR MÁRCIA PESSANHA, NA ACADEMIA NITEROIENSE DE LETRAS, EM 24 DE ABRIL DE 2019. UMA VERDADEIRA VIAGEM À ÉPOCA DA COMPOSIÇÃO DO POEMA DE TEMÁTICA SOCIAL, ESCRITO POR CECÍLIA MEIRELES.

 
 
 
Alberto Araújo editor do "Focus Portal Cultural" entrega o DVD com imagens da palestra "O ROMANCEIRO DA INCONFIDÊNCIA-CECÍLIA MEIRELES", fala proferida pela acadêmica Márcia Pessanha, na Academia Niteroiense de Letras, em 24 de abril de 2019.
 
 
 
 
 
 
ROMANCEIRO DA INCONFIDÊNCIA
 
 
Inspirado por uma visita a Ouro Preto, Cecília Meireles compôs o poema de temática social, que evoca a luta pela liberdade no Brasil do século XVIII e incorpora elementos dramáticos, épicos e líricos. Na obra de Cecília Meireles, há 85 romances, além de outros poemas, como os que retratam os cenários.
 
 
 
Obra de longa pesquisa histórica, Romanceiro da Inconfidência é, para muitos, a principal obra de Cecília Meireles. Nesse livro, por meio de uma hábil síntese entre o dramático, o épico e o lírico, há um retrato da sociedade de Minas Gerais do século XVIII, principalmente, dos personagens, envolvidos na Inconfidência Mineira, abortada pela traição de Joaquim Silvério dos Reis, o que culminou na execução de Tiradentes.
 
 
 
 
“Romanceiro da Inconfidência” caracteriza- se como uma obra lírica, de reflexão, mas com um contexto épico, narrativo, firmemente, calcado na história. Em 1789, inspirados pelas ideias iluministas europeias e pela independência dos Estados Unidos, alguns homens tentam organizar um movimento para libertar a colônia brasileira de sua metrópole portuguesa.
 
 
 
Na obra, Cecília Meireles utiliza-se, pela primeira vez, da temática social, de interesse histórico e nacional, enfatizando a luta pela liberdade. Sem aprofundadas reflexões filosóficas, mas com muita sensibilidade, a autora dá uma visão mais humana dos protagonistas daquele que foi o primeiro grande movimento de emancipação do Brasil: a Inconfidência Mineira.
 
 
 

Uma pesada carga tributária sobre o ouro extraído das Minas Gerais deixava os que viviam dessa renda cada vez mais descontentes. Assim, donos de minas, profissionais liberais entre os quais alguns poetas árcades e outros começaram a conspirar contra Portugal. Contudo, o movimento é delatado e todos os envolvidos, presos. Alguns são condenados ao exílio, e o único a ser executado, na forca, é Tiradentes, em 21 de abril de 1792.
 
 

 

 

 
Sobre Cecília Meireles
 
 
Cecília Benevides de Carvalho Meireles nasceu no Rio de Janeiro, em 07 de novembro de 1901. Ficou órfã ainda criança e foi educada pela avó materna. Formou-se professora primária em 1917, dedicando-se então ao magistério. Em 1919 publicou seu primeiro livro de poesias, Espectros, de tendência parnasiana. A partir dos livros “Viagem” (1939) e “Vaga Música” (1942), Cecília alcançou a maturidade literária, inspirando-se principalmente no simbolismo.

Mas seu estilo, extremamente, pessoal, não permite classificar a obra da escritora em uma escola literária específica.
 
Lírica, intimista e mística, abordou os temas da precariedade da vida, do amor, da morte e da fugacidade do tempo. Em 1953 lançou Romanceiro da Inconfidência, um dos marcos da literatura social brasileira, no qual recria poeticamente, a saga de Tiradentes e dos demais inconfidentes nas Minas Gerais do século XVIII. Morreu no Rio de Janeiro, em 09 de novembro de 1964.
 
 
 

Suas principais obras são: “Espectros” (1919), “Viagem” (1939), “Vaga música” (1942), “Mar absoluto” (1945), “Retrato natural” (1949), “Romanceiro da Inconfidência” (1953), “Metal Rosicler” (1960), “Solombra” (1963) e “Ou isto ou aquilo” (1964).

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
APOIO NA DIVULGAÇÃO
 
 
 
 
 
 
 
 

ESCRITORES AO AR LIVRO COODENAÇÃO DE PAULO ROBERTO CECCHETTI DISPONIBILIZA A RESENHA DA TENDA DE MAIO 2019. BOA LEITURA!


(Clicar na imagem para ampliá-la)
(Clicar na imagem para ampliá-la)
 


 
 
 
 
APOIO NA DIVULGAÇÃO