sábado, 18 de julho de 2015

MOSAICO - CICLO DE HISTÓRIA DA MÚSICA DOS COMPOSITORES HAYDN, MOZART, SALIERI, BEETHOVEN. CONFIRA.

                                MOSAICO - CICLO DE HISTÓRIA DA
MÚSICA DOS COMPOSITORES

                                                      Franz Joseph Haydn - compositor

Wolfgang Amadeus Mozart - compositor

Antonio Salieri

Ludwig Van Beethoven - compositor

             

Aproveite 
(sua primeira visita é GRATUITA).

- Segundas próximas, dia 20 de julho, em diante, as 16 horas:
no Clube de Amigos da Música do Cib, Copacabana.
(veja abaixo a programação detalhada da próxima segunda)

Local : CIB - Clube de Amigos da Música do CIB
Rua Barata Ribeiro 489 / Sala de Música, Copacabana, Rio/RJ
(Entre as Ruas Figueiredo de Magalhães e Santa Clara)
estacionamento dentro do Clube.

DESTAQUE
_______________________________________
- Segunda próxima, dia 20 de julho, as 16 horas:

Intérpretes maravilhosos:

                                                                Winton Marsalis                                 

                                                                     Jiri Kylian                                        

                                                               Mariss Jansons 

                                                     Mstislav Rostropovich




MOSAICO 10 - "ESQUECÍVEIS OU INESQUECÍVEIS"    

QUAIS MÚSICAS E COMPOSITORES CONSEGUEM ATRAVESSAR  
SÉCULOS E CONTINUAR VIVAS DENTRO DE NÓS.

     

         FRANZ JOSEPH HAYDN                

I. Introdução - passeio pelas fases da história da música,
através dos naipes da orquestra,  documentário de 1990:
Georg Solti (Budapest, Hungria 1912 - 1997)
Dudley Moore (Dagenham, Essex UK 1935 - 2002)
MADEIRAS, exemplo com:
Período Clássico, de Haydn - Sinfonia n.99
(sétima das doze sinfonias compostas para Londres) (1793).

PASSEIO PELOS COMPOSITORES:

Haydn, Joseph (Rohrau, Áustria 1732 - 1809):
Sinfonia n.73 "La Chasse" (1782)
IV. Presto
Ballet, coreografia de Jiri Kylian (Praga, Republica Tcheca 1947)
Nederlands Dans Theater
Amsterdam 1983.

SINFONIAS LONDRINAS:
1791 - nos. 93, 94 "Surpresa", 95, 96
1792 - nos. 97, 98
1793 - no. 99
1794 - nos. 100 "Militar", 101 "Relogio", 102
1795 - nos. 103, 104

Sinfonia em sol maiorn.94 "Surpresa" (1792)
I. Adagio - vivace assai
II. Anadante
III. Menueto. Allegro molto
IV. Finale. Allegro di molto
Filarmonica de Berlim
Mariss Jansons (Riga, Letonia 1943), regente
Igreja Santa Irene - Istanbul 2001
Documentário do pianista Jon Kimura Parker
(Vancouver,Canadá1959)
"Whole Notes - Todas as Notas, Stories Behind the Music
- Histórias atrás da Musica" - Joseph "Papa" Haydn
"O Compositor dos Compositores"
Canadá 2001

Concerto para trompete e orquestra (1796)
I. Allegro (cadenza de Winton Marsalis)
II. Andante
III. Finale - allegro
English Chamber Orchestra
Raymond Leppard, regente
Winton Marsalis (New Orleans, USA 1961), trompete
Igreja St. Giles, Cripplegate, Londres UK 1993

Concerto para cello e orquestra em ré maior n.2 (1783)
I. Allegro Moderato
II. Adagio
III. Rondo - Allegro
Academy of St Martin in the Fields
Mstislav Rostropovich, cello e regente
Henry Wood Hall, Londres UK 1975



Franz Joseph Haydn


A vida de Haydn representa uma verdadeira fábula de um livro de contos tornada realidade: um homem cumpridor de seus deveres, que, graças ao gênio sempre constante e equilibrado, galgou quase sem perceber os degraus da fama. 

Saiu do ambiente de sua pequena cidade para a fama mundial. Deve-se isso à sua capacidade, à sua grande força de vontade e ao seu caráter. Quando Haydn tinha 8 anos, ganhou uma bolsa de estudos para o coro da escola de Santo Estevão, em Viena. Possuía uma bela voz. Permaneceu aí de 1740 a 1750. 

Trabalhou em seguida como músico independente, tocando violino e instrumentos de teclado, acompanhando aulas de canto, dadas pelo compositor Popora, que o ajudou e o estimulou. Nessa época, escreveu algumas obras sacras, música para comédias teatrais e música de câmara. Permaneceu com o maestro Porpora durante 10 anos.

Em 1760, foi indicado e aceito para a corte do príncipe Esterházy, um dos homens mais ricos da Europa e devotado amante da música, permanecendo com ele durante 30 anos. Os seus deveres de músico no palácio Estherházy eram numerosos. 

Além do trabalho administrativo e ter como sua responsabilidade o desenvolvimento dos músicos da corte, dirigia a orquestra, fazia arranjos, ensaiava espetáculos de ópera, tocava músicas de câmara e foi compositor de uma profusão de trabalhos de vários gêneros. 

Seu trabalho principalmente consistia em apresentar por semana: 2 recitais de ópera, uma peça de teatro de marionetes, 3 serviços religiosos aos domingos, além dos concertos de câmara que o príncipe solicitasse, acompanhando as refeições. 

Os temas de Haydn são incontáveis. Ele é um dos maiores inventores de melodias em toda história da música. Era carinhosamente chamado de "papa" Haydn pelos músicos pelo encorajamento e ajuda que ele sempre deu a eles.

É chamado "pai" do quarteto de cordas, pois foi ele quem estruturou a formação até hoje conhecida (2 violinos, viola, violoncelo). Haydn compôs 107 sinfonias, 15 óperas, 13 missas, 54 sonatas para piano, cerca de 80 quartetos e diversas outras obras.

Principais obras: Sonatas para piano; Quartetos de cordas; Sinfonias; Óperas; Missas; Oratórios, entre eles A Criação e As Estações; Arranjos de canções folclóricas inglesas.




SABER MAIS?

ESCREVA PARA O MARCEL GOTTLIEB,
ele encaminhará toda programação para você.
Olha aí o e-mail dele.


E-MAIL -  marcel@lingerio.com.br 



APOIO E DIVULGAÇÃO








Nenhum comentário: