segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

PAULO SANTORO APRESENTA VIOLONCELO SOLO BRASILEIRO NA QUARTA, DIA 8 DE FEVEREIRO, NO ESPAÇO CULTURAL BNDES. CONFIRA.


 
 
 


Com as estreias na cidade de peças de
Dimitri Cervo e Clovis Pereira,
repertório é inspirado nas seis suítes de Bach
 
 
 
 
 
Dono de uma sólida carreira como solista e camerista, o violoncelista Paulo Santoro vem tocando ao lado de seu irmão Ricardo Santoro, no Duo Santoro, há mais de 25 anos. Dentro da série Quartas Instrumentais do BNDES, neste concerto, dia 08, às 19h, Paulo Santoro encara um novo desafio, apresentando-se sozinho no palco, mostrando toda a riqueza sonora e versatilidade do violoncelo e com um repertório genuinamente brasileiro, atual e desafiador. Com entrada franca.
 
No repertório, a reunião de jovens e promissores compositores da atualidade como Dimitri Cervo (“Prelúdio”) e Sergio Roberto de Oliveira (“3 Cabbages and a Boy”), além dos já renomados Marlos Nobre (“cantoria I”), Ernani Aguiar (“Meloritmias nº10”), Ricardo Tacuchian (“Orégano”), Clovis Pereira (“Suíte Macambira”), Ronaldo Miranda (“Etius Melos (Hommage à Bach)”) e Almeida Prado (“Preambulum”), nesta singular viagem pela música contemporânea brasileira. As obras “Prelúdio” (Dimitri Cervo) e “Suíte Macambira” (Clovis Pereira) são apresentadas pela primeira mês na cidade.Com exceção das peças de Sérgio de Oliveira e Tacuchian, o repertório é inspirado nas seis suítes de Bach, que em solo brasileiro foi reverenciado por Villa-Lobos através de suas consagradas “Bachianas”.




 
 
Um dos mais destacados violoncelistas brasileiros, Paulo Santoro é professor de violoncelo do Conservatório Brasileiro de Música e de diversos festivais de música pelo país, diretor artístico da Camerata Rio de Janeiro e violoncelista da Orquestra Sinfônica Brasileira. Formado pela Escola de Música da UFRJ, atuou como professor de música de câmara e é músico desta mesma instituição.
 
Na Indiana University School of Music, Bloomington, teve aulas de violoncelo com os professores Emilio Colón, Tsuyoshi Tsutsumi e Janos Starker, terminando o curso com nota máxima.
 
Estudou música de câmara com Jean-Louis Haguenauer e Leonard Hokanson. Fez parte da Indiana University Philharmonic Orchestra e da Indiana University Concert Orchestra sob a regência dos maestros Kurt Masur e Mstislav Rostropovitch, entre outros. Participou ainda do Indiana University Cello Ensemble.





 
 
Já se apresentou em recitais por todo o Brasil e em países como África do Sul, Paraguai, Bolívia, Alemanha, Suíça e Estados Unidos, além de ter tocado como solista de várias orquestras, dentre elas a Orquestra Sinfônica Brasileira, Orquestra Sinfônica Nacional, Orquestra Sinfônica da UFRJ, Orquestra Unisinos e Orquestra Filarmônica do Espírito Santo.
 
Em 2010, foi o vencedor do XIII Prêmio Carlos Gomes na categoria conjunto de câmara pelos concertos com a série de 17 quartetos de Villa-Lobos e pelos concertos didáticos realizados no Acre.
 
Foi agraciado ainda com o prestigiado prêmio Rumos Itaú Cultural na edição 2007-2009, lançando um DVD de sua apresentação ao vivo em São Paulo. No ano de 1995, recebeu por unanimidade da União Brasileira dos Escritores a condecoração "Personalidade Cultural do Ano".
 


 
 
PROGRAMA
 
 

 
 
ALMEIDA PRADO - Preambulum.
 
RONALDO MIRANDA - Etius Melos
(Homenagem à Bach).
 
ERNANI AGUIAR - Meloritmias nº 10
 
SERGIO R. DE OLIVEIRA- 3 Cabbages and a Boy.
 
MARLOS NOBRE - Cantoria I.
 
DIMITRI CERVO - Prelúdio.
 
RICARDO TACUCHIAN - Orégano.
 
CLÓVIS PEREIRA  -   Suíte Macambira.
 

 

 
SERVIÇO
 
08/02 – quarta-feira –
Paulo Santoro apresenta
“Violoncelo Solo Brasileiro”
no Espaço Cultural BNDES
Horário: 19h
Av. República do Chile, 100 - Centro,
Rio de Janeiro - RJ
Entrada Franca
 
Informações: (21) 2172-7447.
 
 

 
(CLICAR NA IMAGEM PARA ASSISTIR AO VÍDEO)

OU CLICAR NO LINK DO CANAL YOU TUBE
 
 
 
 
 
 
 
 
 
APOIO NA DIVULGAÇÃO







 

 

 


 
FONTE: 
Cezanne Comunicação -
Assessoria de Imprensa em Cultura e Arte.
VISITE AO SITE:  www.cezannecomunicacao.com.br 
 
 
 

Um comentário:

Graça Thuler disse...

Muito obrigada ao nosso amigo Alberto Araújo e ao Coluna Focus Cultural, pelo convite a esse evento de altíssima qualidade. Entretanto, sou professora de ESPERANTO e tenho compromisso todas quartas feiras até dezenove horas em Niterói, estou impossibilitada de estar presente.Abraços, Graça Thuler