segunda-feira, 19 de outubro de 2015

A VERSATILIDADE DE UM IMPORTANTE PRODUTOR MUSICAL - HOMENAGEM DO FOCUS PORTAL CULTURAL AO ATOR E ESCRITOR LUIZ CARLOS MIELE - IN MEMORIAM.

 
 
CLICAR NA IMAGEM PARA ASSISTIR AO VÍDEO
PRODUZIDO PELO FOCUS PORTAL CULTURAL
(No vídeo contém várias imagens de Miele).

 

 
OU CLICAR NO LINK DO CANAL YOU TUBE

https://www.youtube.com/watch?v=7nmyMuev9B8




 
"Luiz Carlos Miele teve uma importância fundamental para o show business brasileiro, juntamente com o seu parceiro, o também produtor,  compositor e jornalista Ronaldo Bôscoli (1928-1984)".  A afirmação é do musicólogo e historiador da  música popular brasileira Ricardo Cravo Albin,  para quem a dupla “produziu a essência  dos primeiros pocket shows, e depois a dos grandes shows, que começaram a partir do Canecão nos anos 60”.



Ricardo Cravo Albin
musicólogo e historiador brasileiro.


 
 

Homenagem é uma palavra que define retribuição de honra, agradecimento, tornar público com um ato de gratidão algum favor que fora prestado a alguém.

O ato de homenagear é antigo, desde os primórdios, as civilizações tribais pré-históricas, homenageavam com rituais seus guerreiros e os seus Deuses. A homenagem pode ser com uma menção honrosa, com um prêmio de reconhecimento cultural ou simplesmente como reconhecimento pessoal.

Como essa revista está envolvida  com a arte e acima de tudo divulga ações e feitos culturais. Em reconhecimento pelos os préstimos e que o representou para a cultura brasileira, presta homenagem póstuma ao ator, diretor, Luiz Carlos Miele que morreu no dia 14 de outubro no Rio de Janeiro aos 77 anos. Ele estava em sua casa, na Gávea, zona sul.

A versatilidade era a marca desse importante artista do Show Business que apresentava programas de televisão com grande vivacidade.

Miele além de ator, escritor, produtor cultural e diretor foi locutor das rádios Nacional do Rio de Janeiro, Excelsior e Tupi, na década de 1950, antes de seguir carreira na televisão. Produziu uma série de programas e dirigiu artistas famosos por décadas.

 

 

Natural de São Paulo, Luiz Carlos Miele.  No início da carreira, trabalhou ao lado do amigo Ronaldo Bôscoli, com quem organizou o show de bossa nova no Beco das Garrafas, que revelou o ritmo musical. Juntos também produziram o programa O Fino da Bossa, apresentado por Elis Regina e Jair Rodrigues, na TV Record, na década de 1960. Miele também dirigiu shows de artistas como Roberto Carlos, Wilson Simonal e Sergio Mendes.


Ronaldo Bôscoli e Miele
(Agência o Globo)
 

Na televisão, atuou na direção e produção dos programas musicais Noite de Gala e Cara & Coroa (com Dori Caymmi e Sílvia Telles), na TV Rio. Na Rede Globo, Um homem – uma mulher (com Tuca), Cassio Muniz Show (criação dos comerciais) e Programa Flávio Cavalcanti (musicais essenciais), na TV Tupi, Miele & Cia e Ele & Ela (com Leila Richers), na TV Manchete, Coquetel e Cocktail, no SBT, e Escolinha do Barulho, na TV Record.
 
Miele e Elis Regina.

Como produtor e diretor de espetáculos de artistas como Roberto Carlos; Elis Regina; Wilson Simonal; Sergio Mendes; Lennie Dale; Sarah Vaughan; Leny Andrade, Pery Ribeiro e Bossa 3 ("Gemini V"); Taiguara e Claudette Soares (Primeiro Tempo 5×0); Milton Nascimento, Marcos Valle, Joyce e Wanda Sá (Sucata, Rio de Janeiro); Alcione (Canecão, Rio de Janeiro).

Atuou, ainda, como diretor de projetos especiais no Metropolitan (RJ) e como mestre de cerimônias do Prêmio Molière. Gravou o compacto simples "Miele e Carolina", com a participação de Carol Saboya, registrando as canções "A menina e a TV" (Rolf Zuckowski, vers. Antonio Adolfo e Jésus Rocha) e "Cirrose" (Daltony Nóbrega e Ana Maria). Em 1997 apresentou-se, com Roberto Menescal e Wanda Sá, no Mistura Fina (RJ), em espetáculo gravado ao vivo e lançado pelo selo Albatroz no CD "Uma mistura fina". Dois anos dpois, assinou a direção do espetáculo "Vivendo Vinícius", com Carlos Lyra, Toquinho, Miúcha e Baden Powell, apresentado no Metropolitan (RJ).

Em 2004 fez espetáculos no Tom Brasil em São Paulo, mostrando pela primeira vez em público o "Hino do Fome Zero" (Roberto Menescal e Abel Silva), cujo DVD foi dirigido por ele, também publicou o livro "Poeira de estrelas" (Ediouro). Ainda em 2004, foi responsável pela apresentação do espetáculo "Bossa Nova in Concert, realizado no Canecão no Rio de Janeiro, com a participação de Johnny Alf, João Donato, Carlos Lyra, Roberto Menescal, Wanda Sá, Leny Andrade, Pery Ribeiro, Durval Ferreira, Eliane Elias, Marcos Valle, Os Cariocas e Bossacucanova. O show contou com uma banda de apoio formada por Durval Ferreira (violão), Adriano Giffoni (contrabaixo), Marcio Bahia (bateria), Fernando Merlino (teclados), Ricardo Pontes (sax e flauta) e Jessé Sadoc (trompete), concepção e direção artística de Solange Kafuri, direção musical de Roberto Menescal, pesquisa e textos de Heloisa Tapajós, cenários de Ney Madeira e Lídia Kosovski, e projeções de Sílvio Braga.



Em 2005 interpretou o advogado Wexler no seriado Mandrake da HBO Brasil, baseado na obra de Rubem Fonseca.

No fim de 2011 atuou no filme As Aventuras de Agamenon, o Repórter interpretando o sogro de Agamenon Mendes Pedreira. Em 2012 atuou na minissérie O Brado Retumbante no papel de "Nicodemo Cabral, O Senador". Em 2014 atuou na minissérie A Teia, no papel do ex-senador Walter Gama. Em 2014, interpreta o magnata Jack Parker, na novela Geração Brasil. Em agosto de 2014, participa da Dança dos Famosos no programa Domingão do Faustão.

Em 2015 fez uma participação como Carlos na novela Boogie Oogie. Em 23 e 24 de maio de 2015 apresentou junto com João Marcello Bôscoli,no Anhembi o show “Elis 70 Anos” em homenagem ao aniversário de sua amiga Elis Regina.

Também fez uma participação especial no programa Pânico Na Band,em que ele e Stepan participaram da despedida de solteiro de Eduardo Sterblitch,que casaria no dia seguinte.Sua ultima participação na TV foi na série Tomara que Caia no papel de Seu Euclídes,um fazendeiro do interior cujo filho tenta esconder a homossexualidade no episódio O Noivo que Era Noiva exibido no dia 06 de setembro de 2015

MORTE

Miele morreu na manhã de 14 de outubro de 2015, de morte súbita, em sua residência no bairro da Gávea, no Rio de Janeiro.

VÍDEO PRODUZIDO PELO FOCUS PORTAL CULTURAL

No dia 08 de novembro de 2012, esta revista produziu o vídeo Lançamento do Guia Chic Niterói 2013/2014, festividade em que Miele estava presente.

Clicar no link para acessar a postagem:





APOIO CULTURAL
 


FONTE:
https://pt.wikipedia.org/wiki/Lu%C3%ADs_Carlos_Miele 


 
 
 
COMENTÁRIOS
 
 
 
Som e imagem do Focus Portal Cultural que ficam na memória de nossa cidade de Niterói e no arquivo perene reservado aos expoentes  artistas e defensores da cultura nacional. Parabéns, Alberto Araújo, por mais este registro de inegável importância.

Hilário Francisconi.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
 
 
Hilário Francisconi
é jornalista e escritor
 
 
 
***************************************************
 

 
 
 
 
 

Nenhum comentário: