terça-feira, 19 de maio de 2015

CONVITE PARA RECITAL COM O PIANISTA MARCO AURÉLIO FARIA NA FUNDAÇÃO CULTURAL AVATAR EM NITERÓI.






O pianista Marco Aurélio de Faria se apresenta no domingo, 31 de maio de 2015, às 12 horas, no palco da FUNDAÇÃO CULTURAL AVATAR de Niterói.

Entrada: Produtos não perecíveis.

O recital é uma ação filantrópica e os donativos serão todos direcionados ao Centro Espírita Fraternidade.

Na programação do evento estão incluídos os artistas que serão interpretados pelo pianista.

Na lista abaixo estão alguns nomes de compositores renomados do mundo clássico, veja-os:

Johann Sebastian Bach, Fréderic Chopin, Edith Piaf, Michael Jackson, Ernesto Nazareth, Georg Friedrich Händel, Robert Schumman, Roberto Carlos, Henry Purcell, Tomaso Giovanii Albinoni, Domenico Scarlatti, Marcelo Barbosa e outros.





Marco Aurélio, nascido em Brasília, veio para o  Rio de Janeiro aos 4 anos, onde iniciou seus estudos de piano no Conservatório de Música do Estado do Rio de Janeiro. Atualmente faz Bacharelado em Piano no Centro Universitário do Conservatório Brasileiro de Música do Rio de Janeiro - RJ.

Participou do Concurso de Piano "Alice Amarante dos Santos,  que foi organizado pelo Conservatório de Música do Estado do Rio de Janeiro, obtendo a  medalha de ouro.

Tem 5 CD's gravados  com  interpretação de músicas que são temas de filmes e novelas ao piano e 1 CD com composições de renomados artistas nacionais e internacionais interpretadas com sua bonita voz. Em breve, lançará mais um CD.

Já se apresentou na Academia Pan-Americana de Letras e Artes, no Porcão de São Francisco, no Avatar, na UPPES, na UFF, no Hotel Fazenda Trapiche em Macaé, na Casa da Amizade, na AABB de Niterói, no Colégio Salesiano, etc.

Fez curso de teatro no grupo Papel Crepom  e, neste período,  foi convidado a participar do grupo de teatro Meio-Dia  da Vida, quando encenou a peça "Rir ou Chorar . . . Eis a Questão !" da qual o ator Grande Otelo foi o patrono.

Como poeta escreveu o livro "Vivências Poéticas" e participou em antologias com poesias de sua autoria.

Participou também do XVI Concurso de Poesia, na Casa do Poeta Niteroiense, ganhando medalha de prata.
Menção Honrosa no I Concurso de Poesia da Biblioteca Estadual de Niterói.

CONCERTOS REALIZADOS

Em 15 de abril de 2012, apresentou seu concerto de piano na Fundação Cultural Avatar, tendo chamado a Instituição Centro Social Vicenta Maria para ser a beneficiada. A apresentação do artista foi feita pela Lija Nogueira de Faria- diretora artística da casa.

Em 21 de junho de 2012 -- Teatro da UPPES - apresentado pelo professor Raymundo Stelling.

Em 9 de julho de 2013 -- Teatro Municipal de Niterói - apresentado pela Marilda Ormy, diretora geral do Teatro.

ENTREVISTAS

Entrevistado no Canal 36-TV a cabo no programa e na Rádio Ideal.
Entrevistado na TV Atlântica.
Entrevistado no Canal 17 na UNITEVÊ.

ACADEMIAS

Membro da Academia Pan-Americana de Letras e Artes.
Membro da Academia de Letras da Região Oceânica de Niterói-RJ.
Membro da Academia Niteroiense de Belas Artes.

PARTICIPAÇÕES

Assistente de Produção da peça "Para Você" em homenagem a Tônia Carrero.
Participou do CD Xuxa Só Para Baixinhos 11 cantando Funiculi Funicula.
Participante do Coral Italiano de Niterói como tenor.






SERVIÇO

Recital com  o pianista Marco Aurélio de Faria
Dia: 31 de maio de 2015 – domingo
Hora: 12 horas
ENTRADA – Produtos não perecíveis
Local: Fundação Cultural Avatar de Niterói
Endereço: Rua Pereira Nunes, 141, Ingá – Niterói – RJ.
Recomendação etária: Livre


APOIO CULTURAL







2 comentários:

Cyana Leahy - escritora e professora disse...

Caros amigos,

espero que esteja tudo bem com vocês e suas famílias.

É sempre um prazer receber mensagens com convites imperdíveis para pianistas se apresentando em Niterói. Estão todos agendados e participo sempre, vendo e ouvindo músicos maravilhosos.

Estou saindo agora para ir ao Teatro Municipal ver Música Antiga, com meus amigos Lenora MENDES, Leandro MENDES, Marcio SELLES, Mário ORLANDO e Virgina Van der LINDEN, às 19 horas.

Dia 26, às 20 horas, a ORQUESTRA DE CORDAS DA GROTA se apresentará no Teatro da UFF, e dia 31 às 17 horas será o concerto no Solar do Jambeiro.

Música foi minha primeira formação: tínhamos um piano em casa, e estudei muitos anos com Chiquita França Pacheco, que nos levava para concertos anuais no Teatro Municipal. Guardo as pastinhas com o convite e as obras que tocaríamos: a mais adiantada terminava o recital. Era uma honra e um prazer inenarrável. Depois, graduei na Escola Nacional de Música, morei 6 meses em Michigan, mas decidi que seria impossível viver de concertos esporádicos, ainda mais tocando piano! Meus colegas pegavam seus violinos, violões, contrabaixos, flautas, para tocar nas esquinas, eu ficava apreciando, feliz da vida sem poder fazer o mesmo: como carregar o piano para a rua?

Optei pela Literatura, e tem dado muito certo.

Vocês já conhecem o ESPAÇO CULTURAL DA GROTA? É o trabalho imperdível que Lenora MENDES e Márcio SELLES fazem na Grota de Surucucu, viciando crianças e jovens, de todas as idades, em música.

É verdadeiramente um privilégio ver as pessoas subindo e descendo as ruas da favela, carregando seus instrumentos, apesar da pobreza. Eles têm a ORQUESTRA DE CORDAS DA GROTA, o CONJUNTO DE FLAUTAS, e se apresentam no Solar do Jambeiro, no Teatro Municipal: além da qualidade perfeita, ver as pessoas que residem na favela músicos exímios é um presente de Deus.


Estamos planejando escrever um livro juntos, mostrando a importância do trabalho que MÁRCIO, LENORA e sua equipe fazem.

Sempre que vejo crianças tocando seus violinos e violões na rua, pergunto se são da GROTA, eles respondem que sim, com um imenso sorriso nos lábios. Fico muito emocionada, por estar contribuindo um pouco para que esse trabalho maravilhoso continue em atividade.

Já tive que trocar de táxi algumas vezes, pois dizem 'não entrar na favela'. Por que esse medo da realidade? Chegar àquela casa amarela, abrir o portão e ver gente sorridente, feliz da vida, carregando seus instrumentos subindo e descendo o morro é simplesmente emocionante. Há pianistas incríveis, meninos multilíngues.

Há três semanas, uma pesquisadora chilena que fora lá para inserir o trabalho da GROTA em sua pesquisa acadêmica, começou a conversar com um menino chamado Gustavo em espanhol. Quando me aproximei, ele estava segurando exatamente CONTOS TRADICIONAIS IRLANDESES, que autografara para ele, e conversou comigo em inglês, feliz da vida, sorridente. Onde mais teria essa experiência? Esse multilinguismo é inusitado, surpreendente, e faz minha admiração por eles aumentar mais ainda.

Esse trabalho precisa continuar, e ser expandido para o Brasil inteiro. Se tiverem que parar por custa dos gastos, sem qualquer apoio financeiro, será um verdadeiro problema para aquelas pessoas, para nossa sociedade. Já foram premiados no Brasil e no exterior, e o trabalho não pode ser encerrado por falta de contribuição da nossa sociedade.

Cabe a todos nós fazer nossa parte, sem ficar esperando doações do governo, que nunca chegam. É nossa responsabilidade também.

Quem quiser fazer alguma contribuição, entre no site www.espacoculturadagrota.org.br

O e-mail é reciclarte@espacoculturaldagrota.org.br

O telefone é 2610 9972 Cel. 99178 0001 e 99463 7203. Podem falar com Alexandra, Cris, Joana, a equipe inteira. Todos são voluntários. Nós precisamos apoiar esse trabalho magnífico também, para continuarmos nos deleitando com a ORQUESTRA DE CORDAS DA GROTA!

Viva a Literatura! Viva a Música!


Abraço carinhoso,


Cyana Leahy

Dalma Nascimento - Escritora e Doutora em Literatura Comparada disse...

Alberto,
Marco Aurélio é mesmo um artista! Vi-o tocar, há poucos anos, num lançamento de um dos livros da Edna Zambão, e me encantei. Tornei a ouvi-lo na homenagem que você dedicou ao Júlio Vanni, acho que tocando My way.
Amante que sou também de música, não poderia deixar de cumprimentá-lo, desejando o já esperado sucesso no próximo recital na Fundação Cultural Avatar, a que infelizmente não poderei ir. Decerto, você irá filmar e colocar no You Tube.
Mas ficam aqui meus antecipados cumprimentos, extensivos também à sua mãe, a poetisa e filóloga Dionilce Faria, autora do livro sobre hífen que sempre consulto.

Dalma Nascimento.