sábado, 30 de julho de 2016

O VERÃO SEM HOMENS DA ESCRITORA NORTE-AMERICANA SIRI HUSTVEDT SERÁ A OBRA EM DEBATE DO CLIc - CLUBE DE LEITURA DE ICARAÍ. CONFIRA.

 
 

Verão sem homens de Siri Hustvedt.

 

AGENDA AÍ!!!

 
LOCAIS DOS DEBATES:
 

DIA 4 DE AGOSTO DE 2016 (quinta-feira) às 18 horas acontecerá no CLUBE DA SETE - LIVRARIA DA TRAVESSA - Endereço: Rua Sete de Setembro, 54 - Centro, Rio de Janeiro - RJ - Brasil -  Telefone da Livraria da Travessa:(21) 3231-8015.
Salvo no

DIA 11 DE AGOSTO DE 2016 (quinta-feira) às19 horas a exposição acontecerá na Varanda do Cine Arte da UFF, Rua Miguel de Frias, 09, Icaraí, Niterói - RJ - Brasil.

 

 

SINOPSE DO LIVRO

O VERÃO SEM HOMENS
DE SIRI HUSTVEDT


Mia e Boris são casados há trinta anos. Ela é filósofa e poeta. Ele, neurocientista. Sem nenhum aviso, ele decide que é momento de dar um tempo no relacionamento. A interrupção tem nome completo e endereço - é francesa, vinte anos mais jovem, colega de laboratório dele.

Mia tem um colapso nervoso. Passa uma semana e meia internada no hospital. Quando volta para seu apartamento no Brooklyn, em Nova York, não consegue se sentir em casa.

Decide passar as férias de verão em sua cidadezinha natal, em Minnesota. É lá que vive sua mãe, em um condomínio para pessoas idosas. Ela aluga uma casinha para a temporada, com um quintal com vista para um milharal, oferece uma oficina de poesia para estudantes locais e parte para sua jornada rumo ao interior.

Mia toma contato com as amigas da mãe, com as meninas da oficina e suas interações marcadas por uma feroz rivalidade, e também com a nova vizinha, uma jovem mãe de duas crianças pequenas, casada com um homem ausente, estressado e agressivo. A partir da convivência com essas mulheres ao seu redor, e longe da sombra das figuras masculinas que marcaram sua vida, Mia enfim atinge a serenidade para reavaliar sua trajetória e encontrar suas próprias respostas.
 

OBRAS DA ESCRITORA SIRI HUSTVEDT


ROMANCE

De Olhos Vendados (The Blindfold, 1992)
Fantasias de uma Mulher (The Enchantment of Lily Dahl, 1996)
Aquilo Que Eu Amava (What I Loved, 2003)
Elegia para um Americano (The Sorrows of an American, 2008)
Verão sem homens (The Summer Without Men, 2011)
O Mundo Ardente (The Blazing World, 2014)
 
ENSAIO

Yonder (1998)
Mysteries of the Rectangle: Essays on Painting (2005)
A Plea for Eros (2005)
 
MEMÓRIAS
The Shaking Woman or A History of My Nerves (2010)
 
POESIA
Reading to You (1983)
 
ARGUMENTOS PARA CINEMA

O Preço da Fantasia (The Center of the World, 2001) - (em co-autoria com Paul Auster e Miranda July).


 

 UM POUCO SOBRE A AUTORA

 

Nasceu em 1955, em Minnesota, EUA. Seu primeiro romance, The blindfold, lançado em 1992, foi traduzido para dezesseis línguas. Ph.D em língua inglesa pela Universidade de Columbia, Siri também é poeta e ensaísta.

 

*************************************
 
 
 CLICAR NA IMAGEM PARA ASSISTIR
A ENTREVISTA EM INGLÊS DE SIRI HUSTVEDT
 


Cada pintura é sempre dois quadros: o que você vê, e aquele que você se lembra "Entrevista com a renomada escritora Siri Hustvedt em seu forte relacionamento pessoal com a arte e sobre como ela vê a imagem e o texto experiências como muito diferentes...”

Siri Hustvedt (b.1955) explica como a experiência da arte é sempre um é profundamente pessoal, que mantemos com a gente como uma memória, como o encontro de uma pessoa: "A obra de arte que levamos conosco é uma memória, não como o original..." Uma vez que estamos sempre mudando, sempre se tornando, é possível retornar a um pedaço de anos de arte mais tarde e têm uma experiência completamente nova, e, desta forma Hustvedt redescobriu a arte mais do que uma vez: "Ou porque eu não percebi alguma coisa, ou porque eu não estava em condições de perceber."

Hustvedt explica como ela tenta fazer uma espécie de tradução de sua experiência de uma obra de arte em um ensaio, mas como "a palavra é sempre uma abstração, de uma forma que olhar para uma imagem não é."

Também fala sobre a curiosidade, sensibilidade, durante a estimulação, Goya, e tendo que, por vezes, desviar o olhar. Arte é suposto que nos afetam e alteram nós, ela diz: "Eu nunca estou interessada no que eu posso facilmente entender."
 
 
 
 
SOBRE O DEBATE DO CLIc
 
 
 


Trata-se de uma explanação literária, leitura completa da obra pelos leitores do grupo, que apreciam os escritos do ponto de vista literário, ou seja, o entendimento e compreensão total do livro, incluindo: o diálogo dos personagens, a dramaticidade, o enredo, o tempo da narrativa, cronológico, psicológico. Esta etapa também compreende as análises do conflito base, da publicação lida.

O Clube de Leitura Icaraí é um espaço de relacionamento entre pessoas que gostam de ler e trocar impressões sobre suas leituras desde 1998. Reuniões presenciais ocorrem na primeira e segunda quinta-feira mensal, das 19 às 21 horas, na Livraria da Travessa no Rio de Janeiro e na Varanda do Teatro da UFF - (Editora da Universidade Federal Fluminense, Icaraí, Niterói, RJ).


Apesar das reuniões em Livrarias e na Editora da Universidade Federal Fluminense, afirmam que é um grupo de leitores comuns, sem vínculos acadêmicos, editoriais ou comerciais. Não é preciso frequentar as reuniões mensais para participar ativamente do CLIc.

Através do Face book, do blog e grupo de troca de emails. É também um clube virtual de leitura e, portanto, sinta-se à vontade para participar dos debates sobre o livro do mês em todos os espaços disponíveis do Clube.


Leia o livro do Clube de Leitura de Icaraí - 15 anos entre livros: http://clubedeleituraicarai.blogspot.com.br/2013/11/black-friday-no-clube-de-leitura-icarai_29.html


Conheça as atividades do grupo no blog http://clubedeleituraicarai.blogspot.com.br/


Siga-o Twitter: #clicuff

Quer participar mais efetivamente do clube de leitura?  Consulte-o pelo email conciergeclic@gmail.com e fale com Evandro Paiva de Andrade.





Participe!


****************************************
 

COMENTÁRIOS
 
 
Muito boa a explicação sobre o livro e sobre o Clube! Andreia




***********************************



 
 
 APOIO CULTURAL
 



 
 
 
 
 
 
 
FONTE:
 
 
 
 

Um comentário:

Anônimo disse...

Muito boa a explicação sobre o livro e sobre o clube! Andreia