terça-feira, 3 de março de 2015

O ROMANCE DOM CASMURRO DO HISTORIADOR MAXIMIANO DE CARVALHO E SILVA É O LIVRO INDICADO NA VITRINE DO FOCUS PORTAL CULTURAL NO MÊS DE MARÇO DE 2015. CONFIRA.


O romance Dom Casmurro
(Capa, projeto gráfico e editoração eletrônica: Thelio Falcão).



NESTE MÊS DE MARÇO, A PERCUCIENTE ANÁLISE DE DOM CASMURRO, DO  PROFESSOR EMÉRITO E FILÓLOGO, MAXIMIANO DE CARVALHO E SILVA  ENFEITA  A VITRINE DO FOCUS PORTAL CULTURAL!  PARABÉNS, ILUSTRE PESQUISADOR!



Sempre atento às novidades intelectuais de Niterói, o FOCUS PORTAL CULTURAL – por intermédio de seu editor em uma das suas andanças pela cidade –, descobriu na Livraria da UFF (ponto de encontro onde circula o saber) a magnífica obra do Professor Maximiano de Carvalho e Silva. Seu título já é significativo:  O ROMANCE DOM CASMURRO DE MACHADO DE ASSIS.


Machado de Assis - escritor


Diante da   magnitude do alentado trabalho do Prof. Maximiano em torno de uma das obras mais controvertidas da Literatura Brasileira, o FOCUS PORTAL CULTURAL escolheu o livro do Emérito Professor da UFF  para figurar em sua já conhecida Vitrine, dando-lhe o merecido destaque.

O reconhecido filólogo nacional focaliza na sua  aguda  análise a obra de Machado que justamente criou aquela célebre e ambígua polêmica sobre  Capitu, a heroína  dos olhos de ressaca, ser culpada ou inocente. Apesar de analisar esta questão, a pesquisa do ilustre Professor abrange muitos outros aspectos.




Com suas lentes de seguro exegeta, Maximiano de Carvalho e Silva esmiuçou o romance  do genial "bruxo" do Cosme Velho, resolvendo sobretudo problemas de ecdótica, ou seja, ciência que estuda o  correto estabelecimento do texto original.

Para isso, num trabalho de tirar o fôlego realizado em 480  alentadas páginas de enorme pesquisa, ele  discute e analisa, minuciosamente, as fontes dessa relevante obra machadiana. E com a linguagem escorreita de quem conhece os caminhos do vernáculo,  compôs esta completíssima edição crítica do Dom Casmurro,  que em boa hora a Editora da UFF produziu para gáudio dos aficionados na produção do grande Machado.

Maximiano de Carvalho e Silva elaborou uma substancial introdução, contendo informações preciosas para os estudantes e leitores da produção do magno escritor das letras nacionais. Na parte inicial do livro, de esmiuçado registro filológico, o autor explica o critério adotado na correção das falhas e erros tipográficos da edição principal. Problematiza também  as  construções sintáticas e a pontuação, atualizando, contudo, a grafia do texto.

A obra do Prof. Maximiano traz  como novidade – fato que é bastante útil e ilustrativo – um apêndice, no qual há informações complementares referentes ao contexto histórico-cultural do Brasil no século XIX. Ali, o leitor fica a par do porquê de certas ocorrências que existem na trama da obra ficcional de Machado, sendo elas reflexo do momento circunstancial da sua época.

O crítico-professor propõe a leitura de Dom Casmurro já na linha da ficção do Realismo, procurando,  demonstrar que o romance, acima de tudo, retrata o ambiente e as concepções burguesas da sociedade brasileira no século XIX.

Sempre amparado em critérios filológicos bem manejados, o livro fornece as fontes para o estudo da gênese, da fortuna crítica e da interpretação do romance, incluindo a indicação precisa do teor das leituras que dele já fizeram grandes figuras da crítica literária no Brasil e no exterior.

Além disso, traz avantajado  índice com a descrição dos personagens e extenso glossário esclarecedor  dos nomes próprios e informações dos  locativos, intitulativos, históricos e representações mitológicas, a par dos  acréscimos de palavras e expressões com sentido diverso das conotações atuais. Todos estes detalhes expostos com precisão, competência e fluente linguagem clarificam a  leitura, levando à melhor compreensão dos meandros polissêmicos do  romance.

Portanto, não foi mesmo gratuita e sem razão a escolha do livro O romance Dom Casmurro de Machado de Assis, de autoria do ilustre filólogo,  para ficar, durante o mês de março de 2015,  no mostruário da Vitrine do Focus Portal Cultural.

O editor desse Blog – voltado a movimentos intelectuais–, por esse gesto cumprimenta, com enorme prazer, a Editora da UFF por mais esta importante publicação. 

E sobretudo parabeniza  o autor Maximiano de Carvalho e Silva  pela escrita de tão representativa obra para a cultura literária nacional.


***


Comentário da escritora Dalma Nascimento sobre o livro de seu ex-professor, o emérito filólogo Maximiano de Carvalho e Silva.















Dalma Nascimento
escritora e doutora em 
Literatura Comparada/UFRJ.



Eis  o depoimento ao Jornal O Fluminense em 05 de dezembro de 2014. Do  professor e escritor Maximiano, consagrado autor de mais de 40  livros editados com coautoria, sendo 20 de sua autoria.  

Nas colocações abaixo ele esclarece  as trabalhosas etapas e os detalhes do processo da escrita de seu festejado livro:

Para fazer o Dom Casmurro eu peguei tudo que podia do Machado de Assis e fiz uma grande pesquisa, e agora com uma novidade. Não é apenas a reprodução do melhor texto de Machado, como foi à primeira, e sim uma edição crítica com um anexo, um apêndice, que trata da vida e obra do autor. Ele é uma afirmação do homem brasileiro, uma figura muito ilustre.

Fiz esse trabalho com muito amor e dedicação, porque gosto do que faço. Uma das coisas que mais sinto falta na vida é de lecionar, pois tive que parar, por problemas de locomoção. Do meu acervo de livros, vou doar metade, ou seja, 7.500, para bibliotecas e escolas e a outra metade ficará comigo até o fim da minha vida e depois os meus herdeiros fazem o que quiserem”.



Por isso, caro leitor foculista, adquira a sua obra pelo site ou e-mail: 




Na Livraria Icaraí, Rua Miguel de Frias 9, (anexo da UFF), em Icaraí, Niterói - RJ e em várias livrarias do país.





Um pouco sobre o autor:


Professor Emérito da Universidade Federal Fluminense – título concedido pelo Conselho Universitário, segundo a proposta inicial do Departamento de Ciências da Linguagem do Instituto de Letras da UFF (1998).

Livre-docente em Filologia Portuguesa pela UFF, com a tese Sousa da Silveira /O Homem e a Obra / Sua Contribuição à Crítica Textual no Brasil, aprovada com a nota máxima (1981).

Membro da Academia Brasileira de Filologia, ocupante da cadeira de número 1 do Quadro Efetivo, criada pelo acadêmico fundador Padre Augusto Magne, da qual é Patrono o Padre José de Anchieta (1978).

Professor Titular de Língua Portuguesa e de Filologia / Crítica Textual da UFF, aposentado em 1989.

Professor de Ensino Secundário do Colégio Pedro II, da disciplina de Língua Portuguesa, aposentado em 1970.

Ex-Professor de Língua Portuguesa dos Cursos de Jornalismo e Letras da Pontifícia Universidade Católica / RJ (1953-1968).

Professor Visitante da Universidade de Estudos Estrangeiros de Kyoto - Japão (1984).

Ex-Professor de Língua Portuguesa de vários educandários da cidade do Rio de Janeiro, como o Instituto Menino Jesus, o Colégio de São Bento, o Colégio de Aplicação da Faculdade Nacional de Filosofia, o Colégio Felisberto de Meneses (de 1945 a 1970).

Diretor-Bibliotecário do Liceu Literário Português e membro da Diretoria do Instituto de Língua Portuguesa da mesma instituição, onde exerceu o cargo de Diretor Executivo do ILP até o ano de 2005.

Grande Benemérito do Real Gabinete Português de Leitura do Rio de Janeiro.
Presidente da Sociedade Sousa da Silveira - Centro de Estudos de Crítica Textual e de Cultura Humanística (fundada em 1981).






Categoria: Literatura, Letras e Artes.
Nome: O romance Dom Casmurro de Machado de Assis
Autor: Maximiano de Carvalho e Silva
Ano: 2014
Preço: 70,00
Páginas: 480p.
ISBN: 978-85-228-0967-7
Editora: Editora da UFF



Sumário



Edição crítica
Nota explicativa inicial
Introdução crítico-filológico da edição de 1966
Nota prévia da nossa edição, de 1975
Machado de Assis, Dom Casmurro:
            Advertência aos leitores do texto crítico do romance
            Índice dos capítulos
Índice dos personagens do romance
Capítulos I a CXLVIII
Texto do conto "Um agregado (capítulo de um livro inédito)"
Registro filológico.

Apêndice

 Machado de Assis: vida e obra
            1 – Contexto histórico-cultural
            2 – Resumo biobibliográfico
            3 – Aspectos da vida do escritor
            4 – Bibliografia de Machado de Assis
            5 – Fontes de estudo da vida e obra do escritor
            6 – Fortuna crítica do romance Dom Casmurro
            7 – Glossário: palavras, locuções e expressões
            8 – Índice onomástico




Maximiano e sua esposa Dirce.



"À minha querida esposa Dirce, 
em sinal de agradecimento por todo 
o constante estímulo que sempre tem 
dado à realização dos meus projetos culturais".

Maximiano de Carvalho e Silva
escritor e historiador.


******




UM  PRESENTE MUITO ESPECIAL



Março, em vez da chuva costumeira lembrada na canção popular  por Tom Jobim, trouxe  para mim  duas  prazerosas surpresas. A primeira:  o  livro O romance Dom Casmurro do professor emérito da UFF, Maximiano de Carvalho Silva.

Eu estava na Livraria da UFF, espaço de cultura na Rua Miguel de Frias, descobrindo obras novas para divulgar no Focus Portal Cultural.  Observando a pilha de novidades, de repente, deparei-me com um título que me chamou a atenção.

Tratava-se de Dom Casmurro, o famoso romance de Machado de Assis. Lembrei-me  da história de Capitu, do  seu olhar de ressaca, de Bentinho. E ainda mais: analisado  por um professor de  renome nacional do Dr. Maximiano, pesquisador  com mais de 40 livros publicados, além de ter lecionado por vários anos na Universidade Federal Fluminense.

Comprei logo a produção literária. Fiquei encantado com a importância da escrita do professor Maximiano.  Por isso, resolvi  colocá-la em destaque para o mês de março de 2015, na Vitrine do Focus Portal Cultural, revista eletrônica que divulga toda a cultura fluminense, editada por mim com esmero e  empenho.

A segunda surpresa veio depois: o professor Maximiano, com a costumeira gentileza, presenteou-me com este seu mais novo importante trabalho  O romance Dom Casmurro - edição crítica comentada e  estudos bibliográficos, publicada  pela Editora da UFF.

E acima de tudo, ofereceu com uma dedicatória. Com  muita alegria divulgo aqui para meus amigos foculistas o que ele escreveu: 


A Alberto Araújo, que generosamente põe
o seu talento de escritor e artista 
a serviço da divulgação de
estimáveis valores culturais,
Muito cordialmente,
Maximiano de Carvalho e Silva.
Niterói, 8 de março de 2015.



Fiquei contentíssimo e honrado  com o presente, e ainda  mais, autografado pelo renomado historiador, filólogo e especialista na língua nacional. 

Como  forma de divulgar o excelente trabalho do Mestre das Letras, irei enviar o exemplar, que adquiri na UFF, aos amigos da minha terra natal, lá do Piauí, para pesquisas futuras.


É mais uma das relíquias literárias que terei o contentamento de expor em minha biblioteca. Sugiro a sua leitura. É obra para ler, reler, aprender e  guardar com  carinho.



 . 

APOIO CULTURAL





Um comentário:

Renato Augusto F. Carvalho e Eugênio Simões Filho. disse...

CARO ALBERTO,

RENATO E EU VAMOS ADQUIRIR O LIVRO.
PARABÉNS PELA BELA INDICAÇÃO.
SINCERO ABRAÇO
PARA VOCÊ E A PRINCESA SHIRLEY.

Renato Augusto F. Carvalho e Eugênio Simões Filho.
escritor / comunicador cultural.