domingo, 25 de abril de 2021

"O MIO BABBINO CARO" (INSTRUMENTAL) DA ÓPERA GIANNI SCHICCHI DE GIACOMO PUCCINI




"O MIO BABBINO CARO" (INSTRUMENTAL) DA ÓPERA GIANNI SCHICCHI DE GIACOMO PUCCINI. Do álbum "Puccini Without Words." Executado por Andre Kostelanetz e sua orquestra e a Columbia Symphony Orchestra.

 

O MIO BABBINO CARO

 

O mio babbino caro

Mi piace è bello, bello

Vo'andare in porta rossa

A comperar l'anello!

Sì, sì, ci voglio andare!

E se l'amassi indarno

Andrei sul ponte Vecchio

Ma per buttarmi in arno!

Mi struggo e mi tormento!

O, Dio, vorrei morir!

Babbo, pietà, pietà!

 

Ó Meu Querido Pai

Ó meu querido paizinho

Amo-te, és tão belo

Quero ir até Porta vermelha

Para comprar um anel!

Sim, sim, quero ir!

E, se meu amor for em vão,

Irei até ponte velha

E me jogar ao rio Arno!

Caio em prantos e sofro tormentas!

Oh, Deus, preferiria morrer!

Pai, tende piedade, tende piedade!

 

 

Giacomo Puccini nasceu em Lucca, 22 de dezembro de 1858  e faleceu em Bruxelas, 29 de novembro de 1924) foi um compositor de óperas italiano. Suas óperas estão entre as mais interpretadas atualmente, entre essas estão La bohème, Tosca, Madama Butterfly e Turandot. Algumas das árias das suas óperas, como "O Mio Babbino Caro" de Gianni Schicchi, "Che gelida manina" de La Bohème e "Nessun dorma" de Turandot tornaram-se parte da cultura popular.

 

Descrito pela Encyclopædia Britannica como "um dos maiores expoentes das óperas realistas", ele é lembrado como um dos últimos maiores compositores operísticos italianos.Seu repertório é essencialmente feito pelo verismo, ou pela tradição operística e estilo literário pós-românticos. Enquanto seu trabalho é essencialmente baseado nas óperas italianas tradicionais do fim do século XIX, sua música mostra algumas influências dos compositores contemporâneos e do movimento impressionista e de Igor Stravinsky. Os temas mais comuns em suas óperas incluem um fim trágico, heroínas e o amor.





Nenhum comentário: